Camilla Camargo desabafa sobre desafios da maternidade e faz reflexão

Camilla Camargo
Camilla Camargo fala sobre suas experiências como mãe no YouTube (Imagem: Divulgação / R+R)

Mãe de Joaquim e Julia, Camilla Camargo tem dividido no seu canal do YouTube suas experiências envolvendo a maternidade. Abordando assuntos importantes e mostrando a realidade do tema, sem romantizá-lo, a atriz já está prestes a alcançar 2 milhões de visualizações.

Em conversa com a coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia, a youtuber falou sobre a importância de mais mães falarem sobre suas experiências sem filtros. “Trazendo o feminismo para a maternidade, o feminismo tem dentro de si princípios como a sororidade, que é justamente esse acolhimento e empatia. A gente tentar, antes de fazer algum possível julgamento, se colocar no lugar e também dividir mais a realidade e não o que às vezes o patriarcado espera que seja dito”, pontuou ela.

A famosa, que acredita ser essencial o acolhimento dessas mães, ainda ressaltou: “Imagine o sentimento de culpa que muitas mães tinham tempos atrás por ler muita coisa que apenas ressaltasse o lado incrível da maternidade e que fizesse com que ela achasse que suas dores, dificuldades, etc, não seriam normais? Imagina a dor de uma mãe com depressão pós-parto, que 15 anos atrás nem tinha muita referência e informações sobre esse assunto, quando ele era pouquíssimo abordado…”.

“Nós acrescentamos umas as outras quando dividimos experiências reais com a dor e a delícia de ser mãe, que foi pra mim, por exemplo, a maior realização pessoal da minha vida, mas que nem por isso eu vá dizer que é padecer no paraíso, pois tem suas dificuldades e não são poucas”, afirmou a filha de Zezé Di Camargo.

A atriz ainda falou sobre um tópico importante: “Existe um sentimento de culpa, que é difícil vencer quando você precisa, aos poucos, ter menos tempo da sua rotina dedicada ao filho. Além disso, dormir mal uma semana é ok, mas dormir meses acordando à noite e sempre em estado de alerta gera um cansaço mental…”.

“Nada disso se compara ao quão incrível é ser mãe e ao amor e alegria de ter seu filho nos braços, mas faço questão de dividir também o outro lado. Não reclamando de nada porque, como falei, é pequeno perto do resto, mas porque também é uma realidade. Não existe rotina perfeita, são fases que fazem parte da pós-gestação de quase toda mãe e tudo bem não se sentir incrível todo dia”, declarou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›