Carol Narizinho lembra época do Pânico e confessa que sofria com machismo e assédio

Carol Narizinho
Carol Narizinho foi panicat em 2012 (Imagem: Reprodução / Instagram)

Apesar de ter ficado mais conhecida agora por causa de A Fazenda, Carol Narizinho não é um rosto estranho para quem assistia Pânico em 2012. Inclusive, em conversa com a Quem, a atriz revelou que foi vítima de machismo e assédio no programa.

“O programa em si tinha um cunho muito machista. Na época, a gente não via dessa forma. Hoje o público evoluiu muito e a gente consegue olhar para trás e ver o quanto era machista. Sofri muito machismo no programa e nas matérias que eles pediam para a gente fazer”, refletiu a ex-peoa.

Relembrando as histórias de bastidores, Carol revelou: “Muitas pessoas julgavam que toda assistente de palco era garota de programa. Muitas fazem esse tipo de coisa para ganhar mais dinheiro mesmo”.

“Recebi muitas propostas tentadoras principalmente na época do Pânico. Propostas milionárias que se eu tivesse aceitado estaria com uma vida de rainha hoje em dia. Mas nunca quis me sujeitar a isso. Não julgo quem faz, o corpo é dela e ela faz o que quiser”, afirmou.

A loira ainda detalhou: “Sofri muito assédio nos bastidores da TV. Muitas pessoas com cargos maiores tentaram me comprar de alguma forma. Tentavam me convencer a fazer tal coisa, convidavam para vinho… Diretores davam algumas indiretas de coisas que poderia fazer para conseguir algo melhor, mas nunca me submeti a isso.”

 

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›