Luiza Brunet terá carreira revisitada no cinema (Imagem: Divulgação)

A passagem de Luiza Brunet pelo mundo da moda vai virar filme! De acordo com informações da jornalista Cristina Padiglione, a biografia de Brunet, escrita por Laura Malin, deve chegar às telonas pelas mãos da roteirista Carolina Kotscho – a mesma de “Dois Filhos de Francisco”, cinebiografia dos irmãos Zezé di Camargo e Luciano, e “Flores Raras”, que retrata o romance da arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares com a poetisa americana Elizabeth Bishop.

A produção, a cargo da Loma Filmes e da Formata, deve focar no período em que Luiza atuou como garota-propaganda da grife Dijon, propriedade do empresário Humberto Saade. Nesta época, a então modelo foi sujeita a toda sorte de privações. A biografia também retrata os romances da jovem nascida em Itaporã, Mato Grosso; ainda, sua única experiência homossexual e os dois abortos que realizou.

Luiza Brunet despontou para o estrelato nos anos 1980, ao lado de outros nomes bastante difundidos no meio, como Monique Evans e Xuxa Meneghel. Estrelou diversas campanhas, além de ensaios nus para publicações como a extinta “Ele e Ela”, da Editora Manchete. Casou-se em 1985 com o argentino Armando Fernandez, pai de seus filhos, Yasmin e Antônio.

No ano seguinte, estreou no cinema em “Os Trapalhões e o Rei do Futebol”. E após pequenas participações, em “Elas Por Elas” (1982) e “Cambalacho” (1986), ganhou uma personagem maior na TV: a Dalila, de “Araponga” (1990). Seguiram-se “O Mapa da Mina” (1993), “Anjo Mau” (1997) – como Tereza, seu trabalho mais conhecido na telinha – a série “Correio Feminino” (2013) e “Velho Chico” (2016).

Saiba Mais:

Solto, Dado Dolabella critica Justiça por rigor aos homens

Anitta é detonada nas redes sociais após fazer “piada” com hanseníase

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!