Cartolouco diz que descobriu demissão da Globo com ajuda de repórter

Cartolouco
No The Noite, do SBT, Cartolouco revela vida dentro da Globo (Imagem: Reprodução / SBT)

Lucas Strabko, o Cartolouco, contou no The Noite desta quarta-feira (23) que descobriu sua demissão da Globo por causa de uma ligação surpresa de um repórter. Ele foi o apresentador mais jovem da história do SporTV, mas deixou o Grupo Globo após uma série de polêmicas.

“Eu estava de férias, meu chefe me ligou: ‘reunião amanhã na Globo’, falei ‘eu vou’. Ai cheguei em casa, me liga o repórter: ‘você foi demitido mesmo?’. E eu fiquei: “quê”?”, recordou o ex-Fazenda.

Segundo ele, sua saída do Plim Plim foi motivada por vários fatores. “Foi tudo. Desde quando cheguei, achava que ia ser demitido todo dia. Ficava esperando. Aí chegou na derradeira”, ironizou.

Cartolouco contou a Danilo Gentili um dos episódios mais excepcionais da sua carreira no canal carioca: a guerra de álcool gel. “Estava chovendo muito em São Paulo, não ia ter Globo Esporte. Aí o pessoal que trabalhava no GE não estava fazendo nada, os caras começaram a fazer guerra de álcool gel”, revelou.

“Aí olhei para o Cássio, meu parceiro que estava comigo na guerrinha e falei: ‘Moleque, isso aqui é genial, vamos fazer ao vivo. Redação SporTV, ninguém assiste, dez da manhã”, pensou na época. O momento da guerrinha viralizou na internet e foi alvo de uma bronca enérgica do ex-chefe.

“Chegou no meu chefe, e ele me jantou. Fiquei três horas, chorei. três horas por causa de uma guerra de álcool gel que durou dez segundos”, lamentou. “[Sair da Globo] Foi bom para minha vida. Entrei lá muito cedo, 21 anos, fui o apresentador mais novo da história da SporTV. E eu causava muito, causava muito porque queria fazer coisa diferente”, admitiu.

Na entrevista, o jornalista explicou como surgiu o seu apelido. “Comecei a fazer um quadro no GE.com sobre cartola, e eu odiava o Cartola, não gostava, não jogava. Meu chefe me perguntou se eu jogava Cartola, e eu falei ‘po, sou fanático. Cartola minha vida, tudo pra mim, mais que a Luiza Ambiel’. Comecei a fazer o quadro. O quadro se chamava ‘Cartoloucos’, eu era conhecido como estagiário, e aí não sei como, mas pegou”, disse.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›