Casagrande detona CBF por manter competições em momento crítico da pandemia

Casagrande
Casagrande desabafou sobre decisão do CBF em pandemia (Imagem: Reprodução / Globo)

Walter Casagrande Jr detonou o secretário-geral da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Walter Feldman, que garantiu que “o futebol é seguro, controlado, responsável e tem todas as condições de continuar”.

O dirigente surgiu em transmissão online para divulgar um relatório da CBF sobre a efetividade do protocolo de segurança e combate ao coronavírus.

“A aplicação do protocolo sanitário, com a convicção ainda mais forte que nós já tínhamos no ponto de vista teórico, no mês agosto, quando retomamos, mas agora com convicção da sua aplicação na prática de que o futebol é seguro, controlado, responsável e tem todas as condições de continuar”, declarou o cartola.

O comentarista da Globo, então, afirmou no Globo Esporte, desta quarta-feira (10), que é um erro a CBF manter os jogos em momento crítico da pandemia do coronavírus no Brasil.

“Esse depoimento do secretário-geral da CBF é um absurdo. Como que alguém garante que nenhum atleta tenha sido infectado dentro de campo? O Corinthians teve um surto de covid e vai acontecer com outros clubes”, ressaltou ele.

“Agora com a Copa do Brasil, com o país todo em crise, ontem morreu 1.954 pessoas em 24 horas. Nós vamos passar de 2 mil no final da semana. E o futebol funcionando como se nada estivesse acontecendo. Não dá para entender o que esses caras da CBF pensam tampouco as pessoas das federações”, disse ele.

Casagrande ainda desabafou que a decisão de manter as competições nacionais foi pensada para preservar o aspecto financeiro: “A preocupação é ganhar dinheiro. Se os atletas pegarem covid, pouco importa. Se não estiver apto a jogar, entra outro. É assim que esses caras pensam. Jogador é ser humano. Esses caras não respeitam a vida do jogador de futebol”.

Felipe Andreoli completou a fala do colega e revelou tristeza: “Casão, estou cansado. Estou muito triste com essa situação da pandemia e não é possível que os outros brasileiros não estejam se sentindo assim. O que tiver que ser feito para melhorar a situação, eu topo. Eu assino embaixo”.

Fábio AlmeidaFábio Almeida
Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com
Veja mais ›