Casagrande detona “governo da morte” de Bolsonaro e lamenta crise em Manaus

Casagrande
Casagrande desabafa sobre Manaus e culpa Bolsonaro (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

Comentarista da Globo, Walter Casagrande usou o Instagram na última sexta-feira (15), e desabafou sobre a situação enfrentada por Manaus, que há mais de 48 horas anunciou a falta de cilindros de oxigênio para os seus pacientes.

O ídolo do Corinthians concentrou suas críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por sua incapacidade de lidar com a crise provocada pela pandemia da Covid-19 e pela falta de empatia. “Um governo da morte”, resumiu.

“As pessoas estão angustiadas em ver Manaus morrer asfixiada! Está faltando oxigênio, mas, na verdade, o Brasil está sem respirar há dois anos”, refletiu o ex-jogador de futebol, em referência aos anos do atual governo.

“Onde estão o presidente e seus ministros? Um governo que não tem empatia; um governo da morte, e não da vida”, refletiu. Dentro e fora da Globo, Casagrande se tornou um dos principais críticos de Bolsonaro no mundo da bola.

“Ainda bem que o Brasil é um país de um povo solidário. Muitos cidadãos estão fazendo a função do governo: ajudando as pessoas que estão passando por todas essas dificuldades”, manifestou.

Confira:

Casagrande
Casagrande desabafa sobre caos em Manaus (Imagem: Reprodução / Instagram)

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›