Casagrande quebra o silêncio sobre briga com Caio Ribeiro e revela se eles são amigos

Casagrande
Casagrande revela se tem boa relação com Caio Ribeiro (Imagem: Reprodução / TV Cultura)

Walter Casagrande decidiu comentar sobre a briga que teve com Caio Ribeiro, em 2020, durante o Bem, Amigos, programa do SporTV. No Roda Vida, da TV Cultura, o comentarista esportivo negou ser “inimigo” do companheiro de emissora.

O famoso, então, explicou que eles apenas não têm “nada em comum”. Na ocasião, os dois trocaram farpas por conta de uma crítica de Raí, na época dirigente do São Paulo, ao presidente Jair Bolsonaro (PL). Caio Ribeiro reprovou a postura do ídolo tricolor. Casão, por sua vez, disse que o colega teve postura “antidemocrática”.

Dois anos após o ocorrido, o ex-jogador ressaltou que foi um “exagero geral” dos presentes na atração do SporTV no momento da discussão e destacou o bom relacionamento com Caio nas transmissões dos jogos.

Veja Também

“Em relação ao Caio Ribeiro, primeiro tenho que deixar claro que foi naquele momento. Nós não somos inimigos. Nós não temos nada em comum. Nossos pensamentos são diferentes. Não temos uma amizade próxima. Mas isso não significa que sejamos inimigos“, garantiu.

Ele ainda afirmou: “A gente trabalha junto, se entrosa na transmissão e cada um sabe o raciocínio um do outro. É só não tocar no assunto político, que aí começa a ter conflito”.

“Naquele dia, eu estava trocando conversa com o Caio em relação à política. Se ficasse só eu e o Caio, ia ser uma coisa muito menos pesada publicamente, porque todo mundo pensou igual a mim, e ficou meio que todos contra o Caio. Isso pegou mal. Mas foi um exagero geral, sem tirar a responsabilidade de ninguém”, completou Casagrande.

Casagrande puxa a orelha de Craque Neto após fala polêmica

Em fevereiro, o comentarista da Globo não aprovou as declarações de Craque Neto sobre a mãe do técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, logo depois que o apresentador de Os Donos da Bola se irritou com uma fala do treinador sobre a diferença de “jogo falado” e “jogo jogado”.

Em texto compartilhado no blog De Peito Aberto, no Globo Esporte, Casagrande disse que o colega de profissão passou do limite da opinião e promoveu um ataque. Segundo ele, Abel foi infeliz em sua fala, mas o contratado da Band foi “desrespeitoso”.

“Dizer que quem não tem diploma de treinador se acha no direito de falar do trabalho deles é sempre uma justificativa de quem não tem argumento. Mas é, sim, uma opinião. Achei as falas do Abel erradas, mas podemos respondê-las dentro de uma opinião e não de um desrespeito ou ataque gratuito”, argumentou.

O comentarista de futebol da Globo salientou que, “o que o Neto fez, em relação à mãe de Abel Ferreira, não foi e nem nunca será liberdade de expressão”, e complementou:

“Achei feias e desnecessárias as falas do Neto, de quem tentei ser amigo, mas não deu. Não tenho nada contra, não gosto quando grita, quando coloca as mãos como quem está querendo mostrar o pinto para as pessoas. É uma ‘baita’ grosseria diante de muitos telespectadores que gostam dele. Atacar não é opinião!”.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›