Celso Portiolli desabafa sobre onda de notícias ruins em meio ao Teleton

Celso Portiolli
Celso Portiolli desabafa sobre onda de notícias ruins em meio ao Teleton (Imagem: Gabriel Cardoso / SBT)

Mesmo com a pandemia da Covid-19 e inúmeras notícias pesadas, o Teleton 2020 aconteceu e a corrente do bem converteu solidariedade em dinheiro, em prol da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). Celso Portiolli, o padrinho digital do projeto nesse ano, desabafou sobre esse momento especial.

Neste sábado (7), no SBT, o apresentador começou o assunto instigando uma reflexão: “Neste ano, nós enfrentamos muitos desafios. Todos nós. E na hora de voltar para a TV surgiu uma dúvida. A grande pergunta era assim: ‘Como sorrir diante das câmeras com tanta coisa ruim acontecendo?’“.

Na sequência, o próprio Celso respondeu a pergunta que ele mesmo lançou no ar: “É exatamente isso que as pessoas estavam precisando. Daquele momento em que elas pudessem esquecer um pouco do que ‘tava’ acontecendo, espairecer“.

Continuando essa mensagem importante, o titular do Domingo Legal tentou espalhar o otimismo: “A mensagem de solidariedade é mais urgente do que nunca. A pandemia deixou clara uma coisa: nós precisamos mudar nosso modo de vida e ninguém vai mudar isso sozinho“.

Por fim, Celso Portiolli olhou para o futuro e convocou os telespectadores para uma missão em comum: “Precisamos nos unir para construir esse novo normal que estão falando. Eu estou aqui no ‘Teleton’ dando um passo importante rumo a esse novo mundo. E você de casa, vai se juntar a nós? Ou vai ficar preso a um passado cheio de preconceito? Alie-se ao amor e junte-se ao ‘Teleton’“.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTQIA+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›