Chico Pinheiro
Chico Pinheiro causou no Twitter após alfinetar ministro de Bolsonaro (Imagem: Reprodução / Globo)

Apoiadores do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) se manifestaram, neste fim de semana, no perfil do jornalista Chico Pinheiro. Tudo após uma charge publicada pelo âncora do Bom Dia Brasil, que rebateu um internauta que o questionou sobre o ex-presidente Lula (PT).

Chico retuitou uma charge que indicava sinais de alerta do fascismo, segundo o filósofo Umberto Eco. “O que falta no Brasil?”, questionou o perfil que, originalmente, postou a imagem. Foi o suficiente para que os internautas iniciassem uma discussão com o profissional da Globo.

“Falta a canalise (sic) do Lula”, escreveu um internauta. Ironizando o erro de português do usuário, Chico rebateu. “Vocês só pensam nele. O que é isto? Medo? E ‘canalise’? O que significa na sua gramática? Imprecionante! Que falta de educassão kkkk”, escreveu.

As duas publicações foram a faísca para uma série de críticas ao jornalista. “Difícil esquecer ele quando pagamos até hoje pelas canalhices dele. Outra coisa, ‘imprecionante’ como você adora atacar as pessoas por sua falta de educação formal e erros de português, tremenda covardia. Bem vindo ao Brasil de Paulo Freire”, disparou um deles.

“Sim, acertou. Medo que ele volte e termine seu projeto de poder. Se eternize na presidência, se apodere da máquina pública, estabeleça uma hegemonia socialista acadêmica e assalte ainda mais os cofres públicos. Eu morro de medo, você não? Ah é, esqueci, você é rico”, ironizou um internauta.

Outros defenderam Chico. “Estou convencido. Eles não vivem sem Lula. Dependem dele para sobreviver. Como um parasita. São nada sem ele”, escreveu um seguidor. “Amado mestre. Seria esse bolsominion um fã incondicional do ex-presidente?”, questionou outro internauta. “Para com iço, Chico”, brincou Felipe Andreoli.

Chico Pinheiro quebra o protocolo na Globo e debocha de secretário de Bolsonaro

Chico Pinheiro não se segurou durante o Bom Dia Brasil, da Globo, nesta quarta-feira (3), e criticou de forma velada o governo do presidente Jair Bolsonaro, debochando do atual presidente da Funarte, Dante Mantovani, indicado pelo governo federal.

O telejornal exibiu uma matéria sobre as polêmicas declarações dos novos presidentes da Biblioteca Nacional e da Funarte.

Nela, a Globo resgatou uma fala de Mantovani, que acredita fielmente que a terra é plana: “Prove que a terra é uma bola de água giratória. Aposto que vai adiar essa prova ad eternum e citar como fonte inquestionável o estúdio fotográfico da Nasa, que tem sim ótimos desenhistas, alguns inclusive que já revelaram as fraudes praticadas por lá”.

Ele foi o mesmo que disse que o gênero musical rock “ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa a indústria do aborto”. Em seguida, vinculou o aborto ao satanismo.

Após a reportagem, Chico Pinheiro fugiu do roteiro e debochou do pupilo do presidente Bolsonaro. “Quanto a essa questão da terra plana, resta aguardar a manifestação firme do Ministro da Ciências e Tecnologia, o astronauta Marcos Pontes”, apontou.

O global mandou um recado direto para o governo federal, pedindo uma manifestação oficial sobre o assunto e citou os estudantes do Enem. “Que o governo assuma a posição em nome da verdade, da ciência, para que no futuro os estudantes do Enem não passem aperto com essa situação”, alfinetou.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA