Chico Pinheiro e Miriam Leitão
Chico Pinheiro defendeu Miriam Leitão após ela ter sido cancelada em evento (Imagem: Reprodução/ Montagem RD1)

Chico Pinheiro decidiu sair em defesa da sua companheira do “Bom Dia Brasil”, da Globo, Miriam Leitão. Ele comentou sobre a decisão da comissão organizadora da 13ª Feira do Livro de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, de cancelar a participação da jornalista.

“Eu dizia que estávamos entrando na Idade Média. Quando 7% dos brasileiros (quase 15 milhões) acreditam que a Terra é plana (Datafolha), não se pode esperar que o exercício intelectual seja tolerado. O livro é arma perigosa, Miriam”, escreveu o apresentador.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, além de Miriam Leitão, a presença do sociólogo Sérgio Abranches também foi cancelada.

A publicação informou que os dois teriam sido vetados pela organização em resposta a protestos nas redes sociais. Muitos defensores do presidente Jair Bolsonaro (PSL) – ele teve 83% dos votos válidos na cidade, na última eleição – criticaram a presença dela no evento.

A comentarista de economia da Globo é vista como oposicionista ao governo. “Por seu viés ideológico e posicionamento, a população jaraguaense repudia sua presença, requerendo, assim que a mesma não se faça presente em evento tão importante em nossa cidade”, diz o manifesto que reuniu mais de três mil assinaturas.

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos