Claudia Leitte é massacrada por causa de Bolsonaro após pedido de desculpas

Claudia Leitte não criticou Jair Bolsonaro em discurso (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

Claudia Leitte foi criticada por conta do seu discurso na semana passada, quando não mostrou indignação com a atual situação do Brasil, mas a sua isenção com relação ao presidente Jair Bolsonaro também tem gerado revolta.

Depois da repercussão de seu comentário no Altas Horas do último sábado (22), ela chegou a pedir desculpas, mas não demonstrou nenhuma insatisfação com um dos maiores responsáveis pelo que o país está vivendo.

Foi aí que os internautas intensificaram ainda mais as críticas e não deram o perdão que ela pediu. Uma pessoa, por exemplo, disparou:

“Falou de tudo, mas não deu um A sobre o presidente, que é, sem dúvidas, o grande responsável por tudo que estamos passando. Perdeu a oportunidade massa de mostrar que é porreta. Devido não ser. Que pena, Claudinha”.

“Discurso pra boi dormir. Quem tem acesso à informação e não combate os verdadeiros culpados (bolsonarismo) é cúmplice”, comentou outra.

“Faltou o colocar o pingo nos ís. Cade o Bolsonaro nessa fala? Faltou coragem? Deu uma de Ivete Sangalo”, acusou mais uma, citando a isenção de Ivete Sangalo em assuntos políticos.

Em seu pedido de desculpas, Claudia Leitte limitou-se a dizer:

Nessa situação de pandemia doida, a gente conversava, era dentro desse contexto o assunto… Foi me dada a oportunidade e aos outros convidados também de falarem sobre suas indignações. Mais do que um desabafo, esse era um momento que eu precisava ter muita consciência de meu papel social e eu não tive. Eu não sei porque cargas d’água eu dei uma resposta evasiva naquele momento e desde que eu saí do programa eu tô reflexiva”.

Seguindo esse pedido de desculpas, Claudia não só citou o fato de ter ignorado a pandemia da Covid-19, em estado crítico, mas outros assuntos sociais que assolam o país:

Eu subo no palco para cantar e sirvo o outro através da minha música, sirvo alegria e entretenimento com um propósito. Saindo do palco, eu continuo representando aquelas pessoas. Precisava falar de minhas indignações pra levantar questões, discussões saudáveis, conversas a respeito daquilo, mudanças de atitude, de comportamento dentro da sociedade”.

Aproveitando o gancho, a famosa condenou a mania de vários brasileiros em ignorar as máscaras e de promover aglomerações, reconhecendo o número alarmante de mortes pelo novo coronavírus, e lamentando pela falta de trabalho de seus músicos e de quem foi afetado por essa crise sanitária.

Claudia Leitte falou sobre as notícias ruins que tem dominado os noticiários nacionais, lembrou da violência doméstica contra as mulheres e finalizou esse pronunciamento salientando o próprio erro:

Não usei a ferramenta que eu tenho para fazer alguma diferença. Eu quero me redimir disso. E eu não quero fazer mais isso. Eu quero dar espaço sim para que coisas diferentes aconteçam. Eu posso ser um agente de mudança, eis-me aqui”.

Daniela Mercury, sempre engajada, parabenizou a atitude da colega de profissão: “Parabéns pelo seu posicionamento, amiga. Nunca perca a indignação! Um beijo no coração”.

Fernanda Paes Leme também deixou sua mensagem: “Que bom que você reconheceu e se manifestou demonstrando sua indignação Claudinha! Eh isso! Beijo”.

Confira:

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›