Claudia Rodrigues
Claudia Rodrigues foi internada novamente (Imagem: Divulgação / RedeTV!)

Cláudia Rodrigues continua enfrentando problemas de saúde e, na noite deste domingo (1º), voltou a ser internada às pressas no Hospital Israelita Albert Einsten, em São Paulo, segundo informações da Quem.

De acordo com a publicação, Adriane Bonato, empresária da humorista, disse que Cláudia foi direcionada para lá após sofrer fortes dores de cabeça. Agora, ela está sendo submetida a novos exames.

Diagnosticada com esclerose múltipla, a comediante deverá iniciar um novo tratamento com nova a medicação, importada ainda nesta semana. Espera-se que o medicamento impeça o avanço da doença no cérebro.

“As dores na cabeça se intensificaram muito desde a última internação. Sábado, ela foi a um casamento e, ontem, tomou Tylenol por conta das dores. Depois, foi internada. Pedimos urgência na medicação para este novo tratamento”, disse a empresária.

“Estamos confiantes para que a doença consiga parar de evoluir”, completou Adriane. Vale lembrar que Cláudia Rodrigues foi diagnosticada com esclerose múltipla em 2000, mas ela nunca deixou de trabalhar.

“Nunca deixei de andar, de ver, nem de falar, como li em alguns lugares”, declarou em entrevista à Quem.

Cláudia Rodrigues havia recebido alta recentemente

Internada recentemente, há pouco menos de um mês, Cláudia Rodrigues celebrou a volta para casa com uma publicação no Instagram.

Estou indo pra casa! Quando chegar meu remédio dos EUA, eu volto para tomar a primeira dose. Tenham fé, tudo vai dar certo! Continuem orando por nós! Gratidão“, legendou ela em um vídeo publicado neste sábado (19).

A empresária Adriane Bonato explicou que, apesar de Claudia ter perdido 30% da massa encefálica por conta de um processo de degeneração da esclerose múltipla, os médicos acreditam na melhora através de um novo tratamento que ela irá iniciar em novembro.

É um tratamento já muito utilizado nos Estados Unidos. São duas injeções, tomadas a cada seis meses. O custo de cada injeção é de R$ 120 mil. Meu irmão mora fora e já encomendamos o medicamento. Claudia tem plano de saúde, o médico dela já fez o pedido, mas queremos iniciar logo o tratamento. Temos muita fé de que vai dar tudo certo“, explicou ela à coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

A empresária também contou que os médicos não descartam a possibilidade de uma cirurgia feita em terras americanas que é indicada também para pacientes com Parkinson e Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

Claudia é muito forte e eu quero que essa força sirva de exemplo para os pacientes das doenças consideradas graves. É preciso ter muita fé, perseverança, paciência e acreditar no poder da cura, de uma melhora“, afirmou.

Confira:

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos