Cleo Pires desabafa sobre pressão para se manter em padrão estético

Cleo Pires
Cleo Pires desabafa sobre pressão para se manter em padrão estético (Imagem: Reprodução / Instagram)

Cleo Pires começou sua carreira artística em 2003, intercalando entre trabalhos na dramaturgia e na música. Por conta de sua visibilidade nacional, a vida da atriz acaba virando alvo de inúmeros comentários e especulações, principalmente sobre sua atual forma física.

Cleo concedeu entrevista ao canal de Sabrina Sato no YouTube, fazendo revelações como ter admitido que já tirou proveito de beijos técnicos e que já mentiu para Glória Pires: “Eu matava muita aula, odiava escola… Eu mentia, mas ela sempre descobria“.

Antes de tudo, a irmã de Fiuk ponderou sobre a responsabilidade com aquilo que fala: “Porque quando muita gente te ouve e você tem alguma responsabilidade afetiva, você começa a se importar em não machucar as pessoas com o que você fala. A partir do momento que pode ferir alguém, isso me preocupa. Eu sinto que quando falo do meu coração também vem coisa verdadeira. Quantas vezes me senti mal e não tinha ninguém, que eu admirasse ou estivesse num lugar de destaque, pra falar essas coisas pra mim“.

Depois de falar sobre representatividade, Cleo Pires desabafou sobre as constantes alfinetadas que tem recebido após ganhar peso: “Quando eu sentia que estava fora do padrão… E a gente sabe quando está, não precisa ninguém apontar… Eu me escondi durante muito tempo, porque sentia que ia causar um certo rebuliço que eu não estava a fim de viver“.

E aí quando fiquei mais velha resolvi que não ia esconder que eu engordei – o que não é nada demais, nosso corpo e cabeça muda… Eu tomei muita porrada, mas me ancorei em várias mulheres que via falando sobre quebra de padrões“, prosseguiu a atriz e cantora, mostrando como deu a volta por cima.

A famosa prosseguiu o relato, se colocando numa figura de resistência a tais padrões: “Entendo que não é uma luta minha, é uma luta nossa, de todas as mulheres. Todas nós temos uma caixinha que alguém inventou que a gente tem que estar dentro e sente que se pisar fora dessa caixinha o nosso mundo vai desmoronar. Nessas horas você vê quem está do seu lado também. Tudo bem que eu sempre tive um corpo x, mas aí de repente eu não tenho mais e aí? As pessoas vão se virar contra mim por causa disso?“.

Por fim, Cleo pediu que as mulheres se unam mais: “Eu gostaria que nós mulheres fôssemos mais unidas e não julgássemos umas as outras de forma velada. Eu acho que a gente tinha que ser mais compatível uma com a outra. O ideal é quando você consegue admirar a vida de outra mulher e bater palma pra ela“.

Confira: