Zorra
Fernando Caruso e Dani Calabresa, como Jair Bolsonaro e Michelle, em sátira do “Zorra” (Imagem: Isabella Pinheiro / GShow)

O “Zorra” bateu seu recorde de audiência neste 2019 no último sábado (31), segundo dados aferidos na Grande São Paulo. O humorístico da Globo contou com uma sátira do presidente Jair Bolsonaro, interpretado por Fernando Caruso. O esquete, baseado no clássico “Sai de Baixo” (1996), contou também com Dani Calabresa (Michelle, primeira-dama) e Antonio Fragoso (Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública).

Exibido logo após “A Dona do Pedaço” – melhor número do dia, 36,3 pontos –, o “Zorra” obteve 24,1 de média, batendo a marca do sábado anterior (24), quando marcou 23,7 pontos. Na sequência, o “Altas Horas” – com declaração de Felipe Araújo para Paolla Oliveira – registrou 15,8. O filme “Quero Matar Meu Chefe 2” (2014) rendeu 8,2 de média ao “Super Cine”.

Mais cedo, o “É de Casa” emplacou 6,7 pontos. O programa cedeu espaço para o treino do GP da Bélgica de Fórmula 1, que ampliou os números para 7,3. O “SP1” atingiu 10,8 pontos, abaixo do “Globo Esporte SP” (11,4) e do “Jornal Hoje” (11,7).

O “Sai de Baixo”, versão original, deu 10,2 pontos à “Sessão Comédia”. Ficou acima, novamente, do musical (e inédito) “SóTocaTop” (9,8), apresentado por Maiara e Maraisa. Recebendo em baixa, o “Caldeirão do Huck” não foi além dos 12,9 de média.

Cabe destacar também os 25,8 do “SP2” e os 29,8 do “Jornal Nacional”, então conduzido por Cristina Ranzolin e Márcio Bomfim, apresentadores das afiliadas da Globo no Rio Grande do Sul e em Pernambuco, responsáveis por abrir a série especial de rodízios aos sábados, em comemoração aos 50 anos do noticiário.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos