Comentário de apresentadora da Globo faz time tomar decisão sobre goleiro Bruno

Globo
Em afiliada da Globo, Jéssica Senra soltou o verbo contra o goleiro Bruno (Imagens: Reprodução – TV Bahia / Montagem – RD1)

O comentário de Jéssica Senra, em telejornal de afiliada da Globo na Bahia, sobre o goleiro Bruno repercutiu e muito nas redes sociais. Prova disto é que o time Fluminense de Feira tomou uma decisão sobre o ex-jogador.

De acordo com o jornal Correio, o clube fez coletiva nesta terça-feira (7) e anunciou que não vai mais contratar o goleiro, que cumpre pena em regime semiaberto por causa do assassinato e ocultação de cadáver da modelo Eliza Samúdio, em 2010.

O presidente do time Ewerton Carneiro, o Pastor Tom, falou sobre o assunto e afirmou que a decisão aconteceu após a repercussão da reportagem da TV Bahia. “A gente viu pessoas entrando na rede social, uns favoráveis, outros contra, inclusive falei ontem com Bruno, conversei com ele. E eu ouvi ontem também a imprensa de Feira, as pessoas nas ruas, procurei me basear também juridicamente do que poderia trazer negativamente ou positivamente para o Fluminense”, comentou ele na coletiva.

“No dia de hoje, depois da matéria que foi rodada ontem, repercutiu muito, muito, muito, muito, muito na Bahia, qual é a nossa conclusão quanto a Bruno? Nossa conclusão é que eu entendo que estamos em uma administração nova e não queremos polemizar. Muito pelo contrário. Nós queremos resgatar aquelas pessoas que iam para o estádio para que voltem ao estádio. Essa é a nossa preocupação, de trazer os torcedores de volta para o clube“, justificou o pastor Tom.

De acordo com a publicação, a matéria citada pelo dirigente na verdade foi um comentário feito, nesta segunda-feira (6), por Jéssica Senra no telejornal Bahia Meio Dia. Na ocasião, ela condenou que Bruno volte a jogar futebol profissionalmente e soltou o verbo contra o time baiano.

Opinião de apresentadora da Globo deu o que falar

A nova integrante do rodízio de apresentadores aos sábados do Jornal Nacional levantou um debate sobre moral e convocou os ouvintes à reflexão, após uma reportagem sobre o assunto envolvendo o ex-goleiro do Flamengo.

A jornalista iniciou falando que “uma pessoa que cometeu um erro e pagou por ele, em termos judiciais, precisa poder refazer sua vida”. Em seguida, no entanto, ela comentou: “Mas, no caso do feminicida Bruno e a profissão do atleta, eu quero questionar se isso é moral”.

“Desejamos e precisamos que pessoas que cometem crimes tenham a possibilidade de refazer suas vidas, mas diante de um crime tão bárbaro, tão cruel, poderíamos tolerar que o feminicida Bruno voltasse à posição de ídolo? Que mensagem mandaríamos à sociedade?”, questionou a apresentadora.

“Atletas são referências. Contratar para um time de futebol um assassino, um homem que mandou matar a mãe do seu filho, esquartejar, dar o corpo para os cachorros comerem é um desrespeito. É um desrespeito a nós mulheres”, completou a profissional da TV Bahia.

Jéssica Senra também postou o vídeo em seu Instagram junto com um texto sobre a “contratação de um feminicida no esporte”. A postagem dividiu opiniões.

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WordPress Lightbox