Correspondente da Globo reage ao ver gesto obsceno de ministro da Saúde

Globo
Correspondente da Globo em Nova York, Felipe Santana detona Marcelo Queiroga após gesto contra manifestantes (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Felipe Santana, correspondente da Globo nos Estados Unidos, ficou perplexo com o gesto obsceno de Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, contra manifestantes em uma rua da cidade de Nova York. “Fica difícil se orgulhar de ser brasileiro”, desabafou.

No vídeo postado na internet, o número 1 da Saúde do Brasil aparece dentro de um micro-ônibus com a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em resposta ao protesto dos brasileiros, ele se levanta do banco do veículo, se aproxima da janela e mostra o dedo do meio.

O fato ocorreu um dia antes do discurso de Bolsonaro na abertura da Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas). “Ministro da saúde, em plena pandemia, mostra o dedo do meio a manifestantes em NY. Desde que cubro a ONU já vi três presidentes virem aqui. Sempre há protesto, mas cenas como as de hoje são inéditas. Fica difícil se orgulhar de ser brasileiro”, desabafou.

Felipe Santana não foi o único que reagiu chocado com o ministro. Guga Chacra, comentarista da GloboNews, comparou o chilique do auxiliar de Bolsonaro com a sua época adolescente.

“Nem na minha adolescência nos anos 90 em SP, quando eu jogava polo aquático e viajava para jogar no Rio, tínhamos um comportamento tão infantil no ônibus. Insisto, anos 90, time de polo aquático de adolescentes em viagem. Inacreditável”, detonou.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›