Datena
Datena teve desempenho ruim em nova pesquisa para a prefeitura de SP (Imagem: Divulgação / Band)

Se as eleições para a Prefeitura de São Paulo fossem hoje, José Luiz Datena, cotado para disputar o cargo, sequer iria para o 2º turno. Em pesquisa publicada nesta quarta-feira (15), o apresentador da Band apareceu na quinta colocação, atrás de nomes conhecidos do eleitorado.

Feita pela Brada Comunicação, a pesquisa de intenção de voto, divulgada no portal Poder 360, mostra Datena (sem partido) com somente 7,6%. Na liderança vem Celso Russomano (Republicanos), com 16%, seguido de Marta Suplicy (13%) e do atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), que tem 11,2%.

Antes de chegar ao apresentador da Band, a pesquisa traz o ex-governador Márcio França (PSB), com 8,1%. França, inclusive, já chegou a conversar com Datena para compor uma possível chapa para disputar a prefeitura, seja como prefeito e o jornalista vice, ou vice-versa.

Deputada federal mais votada da história, Joice Hasselmann (PSL) aparece na 10ª posição, com apenas 1,5%. A pesquisa entrevistou 2.408 pessoas de 8 a 10 de janeiro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

O ex-presidente Lula (PT) também apareceu na pesquisa, mas como símbolo de confiança dos paulistanos. 39,6% dos entrevistados disseram preferir um candidato apoiado pelo petista, enquanto 24,3% apoiam um indicado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido); 14,3% optariam por um candidato que tivesse indicação política do governador João Doria (PSDB).

Datena aceita acordo com Xuxa na Justiça após polêmica

José Luiz Datena aceitou na Justiça pagar o valor equivalente a R$ 20 mil em cadeiras de rodas para uma instituição de caridade. Isso porque ele perdeu o processo referente a uma queixa-crime feita por Xuxa em 2017.

A informação foi confirmada pela coluna F5, do jornal Folha de S. Paulo. O caso aconteceu quando, após uma discussão com o filho de Datena pelas redes sociais, a famosa foi chamada pelo apresentador do Brasil Urgente, da Band, de “garota de programa infantil”.

De acordo com o advogado do comunicador, Fábio Mariz, o caso está resolvido, e as dez cadeiras de rodas foram doadas a uma instituição em dezembro de 2019.

“Foi o Ministério Público quem deu a sugestão da transação, acatada pelo apresentador. A fundação informou os modelos da cadeiras, e Datena fez a doação”, contou ele à publicação.

A proposta do MP é um mecanismo da lei que nem beneficia nem pune o processado. “Houve um desgaste do processo, mas ele ainda pode fazer uma boa ação. Depois até fez uma reportagem com a instituição por ter gostado dos princípios dela”, reforçou o advogado.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA