Craque Neto critica jogadores por omissão na pandemia e cita o BBB

Neto
Neto fez novo desabafo sobre a pandemia da covid-19 (Imagem: Reprodução / Band)

O Craque Neto voltou a desabafar sobre a atual situação da pandemia da covid-19 no Brasil. No Os Donos da Bola, da Band, o apresentador criticou os jogadores da Seleção Brasileira que atuam na Europa pela falta de posicionamento em questões políticas e sociais.

O ex-jogador citou jogadores que são estrelas de seus times e ressaltou a falta de comentários sobre vacinação contra a doença, por exemplo. Ele classificou os atletas como “comentaristas de Big Brother”.

“Quando que o Neymar, o Philippe Coutinho, o Marquinhos, o Alisson deram uma entrevista em favor da vacina? Os jogadores brasileiros que jogam na Europa, quando que falaram sobre o assunto? Sabe do que eles falam? De Big Brother”, disparou o famoso, nesta segunda-feira (22).

Revoltado, ele completou: “São comentaristas de Big Brother. Como é que pode esses jogadores ‘monstruosos’, com uma visão diferente da nossa – estão na Europa – , e sabem que as coisas são mais sérias lá, (não falarem nada)?”.

“Qual foi a entrevista que eles deram, a visão política, a visão social em relação ao momento que a gente vive? Os jogadores de seleção: Firmino, Gabriel Jesus, Casemiro. Ninguém falou nada! Aí, eles comentam Big Brother. Do povo, do nosso sofrimento, ninguém falou uma vírgula”, completou Neto.

O ex-jogador, recentemente, não poupou críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele detonou o fato do “capitão” ter afirmado que “a saúde sempre teve problemas no Brasil”.

O comentário veio à tona às vésperas do pior dia da pandemia para o país: 1726 mortes em 24 horas. “Bolsonaro, deixa eu falar uma coisa para o senhor. Aliás, para o Bolsonaro, para o Fernando Henrique, Lula, Temer e todos vocês. Sempre teve problema na saúde, só que nunca teve na história da humanidade uma pandemia dessa”, discursou ao vivo.

“Responsabilizar só o Bolsonaro é extremamente errado, mas pô tem que comprar insumo, tem que comprar vacina. A gente vai deixar as pessoas morrerem?”, questionou o ídolo do Corinthians.

No desabafo, Neto revelou que uma colega de trabalho na Band perdeu um filho para a doença. “A Lindinha, que é o amor da minha vida aqui na Band, perdeu um filho de 36 anos. É camareira minha e do Datena. Estamos de coração partido”, confessou.

“Conversou com o filho às onze da manhã e às quatro e meia da tarde ele morreu. A cada três entubados, dois morrem”, apontou o ex-jogador. O contratado da Band fez novas críticas contra as aglomerações e parabenizou o São Paulo por ter liberado o Estádio do Morumbi para a vacinação.

Fábio AlmeidaFábio Almeida
Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com
Veja mais ›