TV Gazeta
Luciano Penteado em passagem no “Jornal da Gazeta”; inserções são gravadas em terraço da emissora (Imagem: Reprodução / YouTube)

A época de vacas magras acertou a TV Gazeta em cheio. Após demitir 71 profissionais em novembro de 2018 e, recentemente, acabar com o “Todo Seu” e “De A a Zuca”, o canal paulistano, agora, está enxugando o departamento de jornalismo.

Segundo informações do UOL, o setor tem trabalhado com somente 14 profissionais para produzir o “Jornal da Gazeta”, principal telejornal da casa e que tem uma hora de duração. O número, inclusive, é o que enquadra o canal na legislação.

Na sexta-feira (9), outros quatro profissionais foram dispensados, entre elas as jornalistas Paula Brazão e Caroline Machado, a primeira repórter, e a segunda produtora do quadro de Denise Campos de Toledo, comentarista de economia.

Além disso, uma produtora teria pedido demissão por não suportar a carga de trabalho – pedido negado pela cúpula do canal, que a orientou a pedir as contas, já que assim, a empresa não teria que arcar com os encargos trabalhistas.

Com o orçamento mais do que curto, o departamento se vira como dá. Com poucas equipes e tendo que manter o “JG” cheio, tem gravado passagens no terraço do prédio do número 900 da Avenida Paulista, a fim de economizar.

Foram estes cortes que fizeram com que a emissora extinguisse o “Jornal da Gazeta – Edição das 10”, e os demais boletins de notícias ao longo da programação. Nos bastidores, a uma nova onda de cortes na próxima semana é esperada.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos