Danilo Gentili
Danilo Gentili desabafou sobre casos envolvendo Rachel Sheherazade e Paulo Henrique Amorim (Imagem: Reprodução/ Montagem RD1)

Danilo Gentili voltou a se manifestar nas rede sociais para defender o jornalismo livre de censura. Nesta terça-feira (25), para falar sobre o assunto, o humorista comentou os recentes casos envolvendo Rachel Sheherazade e Paulo Henrique Amorim.

Inicialmente, no Twitter, o apresentador do “The Noite” alfinetou os apoiadores da jornalista do SBT. “Não acredito no apoio que alguns veículos e influenciadores estão prestando à liberdade de expressão da Sheherazade. Pouco tempo atrás, os mesmos pediam sua cabeça pelas críticas ao governo da Dilma. Celebravam, inclusive, o fato dela não fazer mais comentários na TV”, disparou ele.

Ele acrescentou detonando o Partido dos Trabalhadores, que teria feito ameaças a ele: “Na época em q o PT fazia lista negra de comunicadores e ameaçava emissoras com corte de patrocínio, o pessoal que hoje se indigna com o afastamento do Paulo H Amorim não falava em caça às bruxas e não pedia respeito à liberdade de expressão. Convivi com ameaças em duas redes”.

“Quando o governo anterior e seus agentes midiáticos davam de ombros para a livre expressão e MAVs progressistas assassinavam reputação de vozes dissonantes e faziam campanha pela “democratização da mídia” (eufemismo para “censura”)”, afirmou ele.

“Pipocava entre os que queriam mudanças a frase: ‘Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até o ultimo instante seu direito de dizê-la’. Eu acreditava nessa frase naquela época. E continuo acreditando agora. A mesma liberdade que eu reclamava pra mim reclamo hoje, aqui, pra @RachelSherazade e os outros”, desabafou.

Danilo Gentili continuou: “Se você não se conforma que o outro dê suas opiniões em sua própria rede social e julga fazer parte de uma “missão do bem” para exterminar as vozes que simplesmente não gostam do governo que você ama, você automaticamente se torna aquilo que dizia combater um ano atrás”.

Cabe lembrar que Luciano Hang, dono da Havan, uma das principais patrocinadoras de programas do SBT, comemorou a demissão de jornalistas e chegou a se defender a saída de Sheherazade da emissora.

Confira as publicações do artista:

Record afasta Paulo Henrique Amorim do “Domingo Espetacular”

O jornalista Paulo Henrique Amorim foi afastado do “Domingo Espetacular”, da Record, nesta segunda-feira (24). Em nota, a emissora informa que, a partir da próxima edição (30), o formato será apresentado apenas por Eduardo Ribeiro e Patrícia Costa.

A saída de Paulo Henrique, de acordo com o comunicado, se deu por conta da reformulação no jornalismo promovida pelo vice-presidente do setor, Antonio Guerreiro – na função desde janeiro deste ano. Agora, Amorim permanecerá “à disposição para novos projetos”.

Cabe lembrar, porém, que Paulo Henrique Amorim é crítico ferrenho do governo de Jair Bolsonaro. Em seu canal no YouTube, o jornalista costuma tecer comentários “pesados” acerca do Presidente da República. Bolsonaro, por sua vez, mostrou-se próximo da Record desde o início do processo eleitoral, contando, inclusive, com declaração pública de apoio de Edir Macedo, dono do emissora.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!