Danilo Gentili rebate críticas à piada polêmica sobre Jair Bolsonaro

Danilo Gentili e Jair Bolsonaro
Danilo Gentili rebate críticas à piada polêmica sobre Jair Bolsonaro (Imagens: Reprodução – Instagram – Flickr / Montagem – RD1)

Danilo Gentili sempre usou a plataforma do humor para abordar diferentes tipos de assuntos polêmicos, da sua maneira sarcástica já conhecida. Depois de fazer uma piada com o nome de Jair Bolsonaro, que recentemente precisou ser internado por causa de uma obstrução intestinal, recebeu críticas.

Cutucando diretamente os filhos do presidente da República, o apresentador tirou sarro do chefe de Estado em seu perfil do Twitter: “Vocês viram que ao todo saiu de dentro do presidente aproximadamente 280 quilos de m*rda? 95 quilos virou senador e o resto vereador e deputado”.

Um internauta alfinetou Gentili: “Foi uma piada, humorista?”. O titular do The Noite, do SBT, não deixou por menos e rebateu: “Não. É muito sério. Eles são uns bostas mesmo”. Um bolsonarista também perturbou, apagou o que escreveu e teve a seguinte resposta: “Me perdoe por zoar o saco que você lambe”.

Outro seguidor repreendeu o ídolo de uma maneira mais branda: “Gosto de você! Acho inteligente mais piada com qualquer pessoa que esteja enfermo não é legal. Você é maior que isso Danilo”. Logo abaixo, um tuiteiro contra-argumentou: “Corrigindo: você gosta dele, só não gosta quando ele faz piada com seu político de estimação”.

Vale citar que Danilo Gentili, que também já se mostrou um crítico ferrenho da esquerda política, fixou a seguinte mensagem — de 2019 — em sua página: “Eu sempre achei que a briga era pra poder criticar político sem patrulha pra te achincalhar. Me enganei? A briga era para que a patrulha da achincalhação mudasse de lado? Eu nunca menti. Eu sempre disse que eu faria o que estou fazendo. Quem não gostou, o unfollow é serventia da casa”.

Confira:

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›