Datena
Datena aceita acordo com Xuxa na Justiça após polêmica (Imagens: Divulgação – Band – Record/ Montagem – RD1)

José Luiz Datena aceitou na Justiça pagar o valor equivalente a R$ 20 mil em cadeiras de rodas para uma instituição de caridade. Isso porque ele perdeu o processo referente a uma queixa-crime feita por Xuxa em 2017.

A informação foi confirmada pela coluna F5, do jornal Folha de S. Paulo. O caso aconteceu quando, após uma discussão com o filho de Datena pelas redes sociais, a famosa foi chamada pelo apresentador do Brasil Urgente, da Band, de “garota de programa infantil”.

De acordo com o advogado do comunicador, Fábio Mariz, o caso está resolvido, e as dez cadeiras de rodas foram doadas a uma instituição em dezembro de 2019.

“Foi o Ministério Público quem deu a sugestão da transação, acatada pelo apresentador. A fundação informou os modelos da cadeiras, e Datena fez a doação”, contou ele à publicação.

A proposta do MP é um mecanismo da lei que nem beneficia nem pune o processado. “Houve um desgaste do processo, mas ele ainda pode fazer uma boa ação. Depois até fez uma reportagem com a instituição por ter gostado dos princípios dela”, reforçou o advogado.

O representante dele também afirmou que Xuxa não compareceu em nenhuma das audiências e foi representada por um advogado. Enquanto isso, Datena esteve presente na última.

Na época da polêmica, Joel Datena discordava da Lei da Palmada, que pune quem bate nos filhos. A contratada da Record, então, argumentou que era válido. O veterano, por sua vez, disse que quem merecia apanhar era o filho por ter assistido na infância “aquela garota de programa infantil que cresceu e continua infantil”.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA