Após choro e forte desabafo, Luisa Mell faz nova revelação sobre violência médica

Luisa Mell
Luisa Mell fez desabafo sobre violência médica sofrida (Imagem: Reprodução / YouTube)

Vítima de violência médica, Luisa Mell voltou a falar do caso absurdo pelo qual passou. Na madrugada desta quarta-feira (29), a apresentadora fez um desabafo nos Stories do Instagram e contou detalhes do ocorrido.

No papo com os fãs, a ativista animal aproveitou para tranquilizá-los, já que na segunda-feira (27), ela foi aos prantos ao falar das sequelas psicológicas deixadas pelo procedimento estético realizado sem a sua autorização.

Gente, tenho bastante coisa pra falar pra vocês. Resolvi voltar logo, porque sei que muita gente ficou preocupada. Muito obrigada pelas mensagens de carinho. Tive uma reação alérgica à cirurgia. Faz 10 meses que eu choro todos os dias quando me olho no espelho, que eu fico lutando, fazendo tratamento, cirurgia para reparar o dano que foi causado em mim. É uma coisa assustadora”, disse a famosa.

Na sequência, Mell ainda contou que está sendo pressionada pelo médico que cometeu o crime: “Ontem o que aconteceu? Eu tava sofrendo uma pressão, porque esse médico contratou um desses superadvogados milionários, nível Lava Jato, milionários, e começou a mandar pra mim que, se eu não aceitasse o acordo, que eu não podia falar nada, que eu assumia que não aconteceu, pegar um dinheiro rápido pra mim, que ele ia entrar em processo contra mim hoje por danos morais, que eu ia me ferrar! Eu, a vítima, sofrendo o horror que estou sofrendo”.

Visivelmente abalada, Luisa Mell disparou: “Você têm noção quantas injeções eu já fiz pra tentar arrumar uma coisa que nunca me incomodou? É inacreditável uma coisa dessas. O cara pode fazer e não posso falar que ele fez. Não é absurdo isso?!”.

“Isso que eu nem falei o nome dele ainda, hein. E estava pensando: quando chegar o processo, posso mostra pra vocês e todo mundo vai saber quem fez esse horror. O que mais quero é que ninguém passe por isso. É uma dor que não desejo pro meu inimigo. O sofrimento atroz de ser mutilada, de você amar seu corpo e, porque alguém achou, resolveram que eu tinha muita gordura, por padrões estéticos sei lá de quem…”, concluiu.

MAIS LIDAS

Carol Bittencourt
Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para redes sociais.
Veja mais ›