Datena se revolta com barulho da produção do Brasil Urgente ao vivo

Datena
Datena disparou contra barulho da equipe no Brasil Urgente (Imagem: Reprodução / Band)

José Luiz Datena voltou a se irritar com a produção do Brasil Urgente, da Band, nesta segunda-feira (26). O apresentador ficou revoltado com um barulho vindo da sua equipe e disparou ao vivo contra ela.

Tudo aconteceu enquanto o famoso conversava com o Major Palumbo sobre o trabalho dos bombeiros em um resgate. O jornalista, então, reclamou de um barulho vindo de trás das câmeras e pediu silêncio de forma irônica.

“Ou, não sei se tem alguém contando piada, mas tem alguém rindo aqui. Se vocês quiserem contar aqui, dá pra fazer um show aqui”, disparou Datena aos profissionais.

No começo do mês, o contratado da Band se irritou ao descobrir que uma das reportagens do programa não seria exibida porque a matéria havia caído. “Caiu coisa nenhuma. Não é que caiu não, é que o cara sai, vai comer lanche… Não vem meter o pau na nossa equipe técnica que a nossa equipe técnica é a melhor do Brasil. Não digam isso pra mim não”, gritou o comunicador.

O jornalista ainda afirmou: “Eu odeio quando falam que caiu o link quando não caiu. A pessoa tem que estar atenta e falar, senão o técnico, o cara que trabalha pra caramba aqui pra botar as coisas no ar, leva culpa. Eu não gosto disso“.

Em abril, numa outra ocasião, o apresentador da Brasil Urgente ficou muito irritado com uma situação e esbravejou contra a sua produção, mas, nos bastidores da emissora, sobrou para a equipe do Jornal da Band.

A confusão teve início quando o jornalista entrevistava Leniel Borel, pai do menino Henry, supostamente morto pelo padrasto dele, Dr. Jairinho. O áudio, porém, estava falhando e a ligação, feita pelo Skype, chegou a cair.

“Se voltar o nosso Henry a gente coloca ele no ar, senão a gente coloca por telefone mesmo. Quando tiver pronto a gente coloca. Eu queria, daqui a pouco, colocar uma reportagem que estava calçada aqui e seguir a linha que querem que eu siga aqui, até o momento que eu queira ficar aqui porque vai ter um dia que eu vou me torrar paciência com isso aqui, e vou seguir o meu caminho”, disparou Datena.

O apresentador da Band seguiu, desta vez por telefone, mas os problemas com o áudio continuaram. “O som dele está ruim, meu. O gozado é que a gente faz entrevista na rádio como facilidade tão grande. Em televisão, que é um veículo mais moderno, deveria ser mais fácil. Estranho isso…”, declarou.

“O som dele da pra ouvir? Sabe o que que é eu tenho? 50 anos profissão. Quando dou conselho pra algumas pessoas aqui, não é que eu queira saber mais do que elas. É que, de repente, eu tenho 50 anos de profissão né… eu falo que é mais fácil as entrevistas por telefone do que por Skype há 312 anos”, completou o contratado da Band.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›