Datena tem ataque de fúria contra Paulo Guedes e protesta ao vivo na Band

Datena
Datena disparou contra o ministro de Bolsonaro (Imagem: Reprodução / Band)

José Luiz Datena voltou a detonar o ministro da Economia, Paulo Guedes, e também o Governo Bolsonaro. No Brasil Urgente, da Band, desta terça-feira (31), o apresentador chegou a protestar contra os aumentos nas contas de energia.

“É, Paulo Guedes, só no nosso. Entra em ação o fantasma da crise da água e da luz”, disparou o jornalista, que ligou uma lanterna no seu rosto. A produção também apagou as luzes do estúdio para o momento especial de Datena.

O comunicador seguiu o desabafo: “Alô, Paulo Guedes, o fantasma da energia elétrica, o monstro da conta de luz, eu sou o monstro da conta de luz. A sua conta de luz vem comigo embutido”.

“É só no nosso. O detalhe é o seguinte. Eu aconselho o presidente Bolsonaro a governar o país e parar de ouvir o Paulo Guedes. Ele fica falando em golpe, mas vai dar golpe no governo dele mesmo”, declarou o contratado da Band, já com as luzes do estúdio acesas.

Datena ainda disparou: “Até agora só discussão e briga, enquanto o povão só vê alimento subir, gás subir, energia elétrica subir, gasolina subir… Precisa parar de entrar no barulho do ministro da Economia. Será que não dá para trocar?”.

“Eu vou chamar daqui a pouco o fantasma da energia elétrica para ver se não dá para fazer uma reinvindicação. Nós estamos nas trevas”, completou o famoso.

Ontem (30), inclusive, ele também soltou o verbo contra o presidente Jair Bolsonaro. Indignado com os ataques de bandidos em Araçatuba, o jornalista cobrou do governante atitudes efetivas para o reforço da área da segurança pública no país:

“A gente já vive com essa instabilidade política muito grande não pode permitir que esses bandidos tirem a nossa tranquilidade. Se nessa crise que nós enfrentamos no Brasil, onde há ameaça da liberdade, à democracia, com declarações de golpe e coisas parecidas”.

“Se a gente olha isso, esses ataques terroristas a outros ataques malucos, usar armas que tem por aí, o país vai ficar ingovernável, vai perder completamente a sua governabilidade”, disparou o comunicador.

“Eu achava melhor que o presidente começasse a governar, que Paulo Guedes começasse a pensar no povo, esquecesse campanha política, esquecesse da história de voto e ligar para o povo que está morrendo de fome, de coronavírus, que está com outras doenças, que não tem teto”, alfinetou ainda.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›