Deborah Secco conta que “apanhou” no mercado por causa de Laços de Família

Deborah Secco
Deborah Secco como Íris, em Laços de Família, nos anos 2000 (Imagem: Divulgação / Globo)

Laços de Família até já foi reprisada no Vale a Pena Ver de Novo em 2005, mas ganhará uma nova reapresentação na Globo a partir do dia 7 de setembro. Deborah Secco, uma das principais personagens da trama de Manoel Carlos, relembrou a repercussão em pleno ano de 2000.

A atriz tinha 21 anos na época e interpretou a malvada Íris na novela, fazendo o possível para conquistar o primo Pedro (José Mayer) e incansavelmente provocava sua rival, Camila (Carolina Dieckmann). A mocinha ganhou a rejeição de alguns pelo jeito extremamente frágil e por disputar Edu (Reynaldo Gianecchini) com a mãe, Helena (Vera Fischer), fazendo assim a popularidade da personagem de Deborah aumentar, a princípio.

Íris foi o primeiro personagem popular na minha carreira, ela era muito amada pelas pessoas. Nunca tinha tido fã-clube antes. Na época, tinha Orkut com comunidade Eu Amo a Íris, pelo fato de a personagem da Carol ter esse conflito com a mãe. Imperdoável, e a Iris era a justiceira que o público tanto queria“, disse a esposa de Hugo Moura em coletiva de imprensa virtual, de acordo com o UOL.

Deborah Secco continuou relatando a recepção do público há 20 anos atrás: “Muita gente era apaixonada por ela. Andava na rua e ouvia: ‘É isso mesmo, acaba com aquela Camila’, ‘Judas mesmo’. Tinha muita gente desejando justiça contra a personagem da Carol“.

Apesar do carinho inicial do público com a personagem, tudo começou a mudar quando Camila foi diagnosticada com leucemia, fazendo com que Carolina Dieckmann precisasse raspar o cabelo. Sobre isso, a intérprete de Íris revelou algo chocante: “Cheguei a apanhar no supermercado. Quando a personagem da Carol fica doente, foi quando eu apanhei. Foi na cena em que entro no quarto e falo: ‘Tadinha, ficou feia careca’. Ali foi imperdoável e aí surgiu também a comunidade Eu odeio a Íris, no Orkut”.

Ela sentia essa vontade de vingança, mas era infantil, fazia da forma mais errada possível. Era uma personagem que esquentava mesmo a opinião do popular. Nunca imaginei fazer um papel que dividisse o público e que as pessoas me parassem tanto. Não conseguia andar na rua. A Íris foi um grande acerto, fico até emocionada de lembrar. Na época eu era muito jovem e não acreditava naquilo. O que sempre desejei enquanto atriz, que era mexer mesmo com as pessoas em casa, e eu estava conseguindo muito jovem“, finalizou Deborah Secco, entendendo que não dava para defender as atitudes da vilã e comemorando o sucesso da personagem.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com