Demitido da Globo, Stênio Garcia fala sobre briga com Silvio de Abreu na Record

Stênio Garcia
Stênio Garcia faz críticas a Silvio de Abreu em entrevista na Record (Imagem: Reprodução / TV Cultura)

Stênio Garcia desabafou mais uma vez sobre a sua saída conturbada da Globo. Consagrado por novelas e por sua atuação como Bino em Carga Pesada, o ator falou abertamente sobre o suposto boicote que sofreu do autor e chefão das novelas da emissora, Silvio de Abreu.

Em entrevista ao Domingo Espetacular, o veterano disse que sua demissão ocorreu após desavenças com o diretor, que era amigo da sua ex-esposa, a atriz Cleyde Yáconis (1923 – 2013), na década de 1960.

“Eu me separei da Cleyde de uma maneira muito cruel, até do ponto de vista dele. Depois eu conversei, acabei ficando amigo dela”, contou ao programa da Record. O perdão, no entanto, só foi aceito pela atriz e não por Abreu. “Ele teve uma implicância comigo”, confessou.

Marilene Saad esteve na entrevista que vai ao ar amanhã (20) e detonou o global. “Quem está com a caneta é o Silvio de Abreu. Ele riscou o nome do meu marido e a gente soube por autores, não vou falar nomes, que tentaram diversas vezes escalar o Stênio, e o Silvio de Abreu [dizia]: ‘Olha, se começar a insistir, tiro a tua novela'”, acusou.

Para Garcia, a perseguição cresceu quando Silvio assumiu o comando das novelas. “Quando ele tomou uma posição de direção artística, ele era um diretor, autor que não sabia escrever para mim, não queria escrever ou não gostava. De repente, me achava baixinho, feio… Isso é uma brincadeira que eu faço. Eu fiz algumas coisas com ele. A verdade é que eu sempre me dediquei, sempre quis fazer bem”, defendeu.

CONTINUE LENDO →

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.