Denunciada, rede de pirâmide tinha Amaury Jr e Nego do Borel como garotos propaganda

Wishmoney
Rede de pirâmide financeira, Wishmoney, utilizava famosos como garotos propagandas (Imagem: Divulgação)

O advogado Anselmo Melo Costa moveu uma ação contra a Wishmoney, na qual alega que a empresa lesou centenas de pessoas ao aplicar um golpe em esquema de pirâmide, utilizando a imagem de celebridades como garotos propaganda para a divulgação de sua campanha comercial.

A companhia tinha a prática de contar com famosos para se apresentar em seus eventos. Em um realizado em 17 de agosto de 2019, o apresentador Amaury Jr, o funkeiro Nego do Borel e o ex-jogador de futebol e atual apresentador de TV Denilson estiveram presentes. Vale ressaltar que os três não possuem nenhum vinculo com a Wishmoney, eles foram contratados apenas como garotos propaganda da empresa.

A Wishmoney prometia o ganho fácil através de investimentos em criptomoedas em reuniões luxuosas que eram realizadas nos melhores hotéis do Brasil. Na verdade, tudo se tratava de um esquema fraudulento de pirâmide financeira. As promessas seduziram muita gente, iludida a ter lucro elevado que poderia chegar a mais de 2,1% ao dia.

A empresa foi denunciada pelo consultor e advogado luso-brasileiro Dr. Anselmo Ferreira de Melo da Costa, que tem atuado energicamente na defesa de várias pessoas que se sentiram lesadas com as ações da empresa. Um dos denunciados é a presidente da Wishmoney, Sabrina Victor Queiroz, acusada de ter induzido inúmeras pessoas a investirem suas economias no esquema fraudulento.

O esquema começou a desmoronar a partir de novembro do ano passado, quando a plataforma online da empresa começou a dar erros no parte de acesso. Após esse período, o sistema não mais funcionou.

WordPress Lightbox