Deputado Bolsonarista é condenado após ataque a Felipe Neto; youtuber comemora

Felipe Neto
Felipe Neto celebra vitória judicial contra deputado pró-Bolsonaro após ataque na internet em 2019  (Imagem: Reprodução / Instagram)

Felipe Neto ficou bastante satisfeito com o resultado de um processo movido contra o deputado Carlos Jordy, do PSL do Rio de Janeiro. A Justiça condenou o parlamentar bolsonarista em segunda instância a indenizar o youtuber, que repercutiu a decisão.

“Que o rosto dele fique conhecido por vocês: Carlos Jordy. O deputado bolsonarista que me associou com o atentado terrorista na escola de Suzano. Ele foi condenado a me pagar indenização, postar uma retratação pública e pagar uma multa”, festejou no Instagram.

“Isso é o bolsonarismo: mentiras, calúnias, ódio, violência”, resumiu. “Povo de Niterói, lembre-se deste homem, pois ele ainda vai tentar ser prefeito de vocês”, alertou.

Jordy fez parte da massa de políticos do PSL que foi eleita em meio ao clima anti-PT e pró-Bolsonaro na eleição de 2018.

O processo

A ação de Felipe Neto contra Carlos Jordy foi provocada depois que o político fez um tweet polêmico em abril de 2019. “Quando digo que pais não devem deixar os filhos assistirem a vídeos do Felipe Neto, não é brincadeira”, comentou.

“Em 2016, ele fez vídeo ensinando a entrarem em sites da deepweb. Agora descobriram que os assassinos de Suzano pegaram as informações para o massacre num dos sites após assistirem ao vídeo”, atacou.

Na decisão, a Justiça determinou a indenização, no valor de R$ 35 mil, e uma retratação pública por ter relacionado o ativista com a tragédia em Suzano. Jordy alegou imunidade parlamentar, mas o argumento não foi aceito.

Em março de 2019, um adolescente e um homem encapuzados atacaram a Escola Estadual Raul Brasil. Os dois mataram sete pessoas, sendo cinco alunos e duas funcionárias do colégio público. Em seguida, um dos assassinos atirou no segundo criminoso e, então, cometeu suicídio. Na época, todas as emissoras de TV do país, de sinal aberto e fechado, fizeram a cobertura do atentado.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›