Destroçado após declarações homofóbicas, Sikêra Jr apela para “kit gay”

Sikêra Jr
Sikêra Jr criticou livro e voltou a falar sobre defesa da família (Imagem: Reprodução/ RedeTV!)

Semanas após polemizar com declarações homofóbicas e perder diversos anunciantes, Sikêra Jr voltou a causar em seu programa. No Alerta Nacional, da RedeTV!, dessa quarta-feira (21), o apresentador dedicou cerca de 10 minutos para reagir contra o livro Aparelho Sexual e Cia.

A publicação chegou a causar polêmica em 2018, quando o então candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (sem partido) mostrou às câmeras do Jornal Nacional o livro, cuja capa traz o desenho de um menino olhando para o que tem dentro das próprias calças.

Na época, questionado no JN sobre suas manifestações homofóbicas, o político declarou: “Tomei conhecimento [em 2010] do que estava acontecendo lá [num corredor da Câmara dos Deputados]. Eles tinham acabado o nono Seminário LGBT Infantil”.

“Estavam discutindo ali, comemorando o lançamento de um material para combater a homofobia, que passou a ser conhecido como kit gay. Entre esse material estava esse livro lá. Então, o pai que tenha filho na sala agora, retira o filho da sala, para ele não ver isso aqui. Se bem que na biblioteca das escolas públicas tem”, completou ele, que foi interrompido por William Bonner.

Ele deu a entender que o livro formava parte do projeto Escola sem Homofobia, que recebeu a alcunha de “kit gay”. Basicamente, tratava-se de um apoio para a formação de professores em temas relacionados aos direitos LGBT, como o combate à violência e ao preconceito no ambiente escolar.

Um detalhe, porém, é que o livro em questão nunca fez parte do projeto Escola sem Homofobia e também não foi adquirido ou fez parte de algum programa do Ministério de Educação. Além disso, ele é destinado para o público de 11 a 15 anos.

No Alerta Nacional, Sikêra apareceu revoltado e mostrou o livro ao vivo: “Eu não vou desenhar não, porque já veio desenhado. Está a venda na internet e qualquer um pode comprar. Quando eu digo para você que essa destruição da família começou lá atrás, você não acredita”.

“Se fosse eu quem contasse uma piada dessa, imagina como estaria o Brasil agora. As hashtags lacradoras estariam infernizando a vida de todo mundo”, declarou ele, num dos momentos, ao mostrar a fala do protagonista do livro sobre a Aids.

O jornalista também mostrou ilustrações sobre os órgãos sexuais e criticou: “Olha o brinquedo que eles mandam. Isso é gratuito, vai no livro. Brasil, vocês estão entendendo o que estão fazendo com as suas crianças? Estão entendendo? Isso está a venda”.

“‘Como é o desejo sexual de uma menina’, ‘o que são testículos’, ‘por que as meninas não têm testículos’, ‘o pên*s em tamanho real’…. Isso é para criança”, ressaltou Sikêra Jr. “Isso é muito bom para a criança. Vai ajudar muito na formação. É isso que querem. Antigamente davam bombom, agora é guaraná. Olha ele ensinando como é que transa”, ironizou ele.

O famoso ainda declarou: “Foi tanta coisa nojenta que eu comecei a ver e não acredito que isso foi para a mão das crianças. O pior é que foi e continua indo. […] O que vocês querem mais? Que tara é essa em nossas crianças? Isso é tara. Não querem que a família sobreviva. A ideia é acabar com a família”.

“Eu quero lembrar que isso aqui também foi pago com dinheiro do povo. Quem faz isso não oferece para o próprio filho. Vocês entenderam a raiva agora? Entenderam o ódio desse velho Sikêra? Vocês são nojentos, estão usando a criançada. Agora quando tem um cara que grita aqui eu sou o doido”, completou.

O apresentador da RedeTV! insinuou que o Ministério da Educação pagou, há alguns anos, a obra para que ela fosse utilizada nas escolas. No entanto, na época da polêmica de Bolsonaro no JN, a editora Companhia das Letras se posicionou:

“Ao contrário do que afirmou erroneamente o candidato à presidência em entrevista ao Jornal Nacional na noite de 28 de agosto, ele [o livro] nunca foi comprado pelo MEC, como tampouco fez parte de nenhum suposto kit gay”.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›