Eliminação do Corinthians da Libertadores impulsiona Segue o Jogo

Segue o Jogo
Lucas Gutierrez na bancada do Segue o Jogo; esportivo cresce com eliminação do Corinthians da Libertadores (Imagem: Reprodução / Globo)

O Corinthians foi eliminado da Libertadores nesta quarta-feira (12), após derrota para o Guaraní-PAR – e apesar do placar de 2 x 1 a favor do Timão, que precisava de vantagem maior no saldo de gols. A partida fez crescer a audiência da Globo. E, consequentemente, do Segue o Jogo, exibido na sequência. Azar, apenas, do BBB 2020, que, veiculado mais tarde, amargou recorde negativo. Os dados são referentes a Grande São Paulo.

Com o Futebol 2020, a emissora emplacou 31,1. Foi o segundo melhor índice do dia, abaixo apenas dos 32 de Amor de Mãe. Na semana anterior (5), o primeiro confronto de Corinthians e Guaraní-PAR rendeu 27,1 de média.

Logo depois, o Segue o Jogo garantiu 20,2 pontos. O boletim esportivo, apresentado nesta temporada por Lucas Gutierrez – do Domingo Espetacular –, cresceu consideravelmente no comparativo com a quarta passada, quando obteve 16,6 de média.

O BBB 2020 marcou 13,9 pontos, com a repercussão da saída de Hadson. O índice é inferior ao da semana anterior, 14,4. Nas duas semanas, o Jornal da Globo, de Renata Lo Prete, amealhou 8,8 de média.

Na madrugada, a série Twisted – A Hora da Verdade atingiu 6,1 pontos. O Corujão trouxe o filme Uma Canção (2014), que anotou 5,3 em sua primeira parte e 4,2 na segunda; o boletim Selfie BBB, que interrompeu o longa-metragem, amealhou 5,2. Já com o documentário Brasil: DNA África (2016), a sessão alcançou 3 de média. Por fim, 4,6 para o Hora Um, de Roberto Kovalick.

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.