Lady Di e o vestido que virou referência para todas as noivas da década de 1980 (Imagem: Reprodução / Twitter)

Não é exagero afirmar que “o mundo parou” para assistir ao casamento real do Príncipe Harry e da atriz norte-americana Meghan Markle, realizado ontem (19) na Capela de São Jorge, no castelo de Windsor, uma das residências da família real britânica. A Globo transmitiu toda a cerimônia, tendo Ana Paula Araújo à frente de uma equipe de repórteres e comentaristas. A cobertura dos matrimônios da realeza se tornou uma constante por aqui após a união de Charles e Diana, pais de Harry, em 1981. Na ocasião, o enlace chegou a “integrar” a trama de uma novela das 20h.

O chamado “casamento do século” ocorreu em 29 de julho de 1981, na Catedral Saint Paul, em Londres. E a Globo foi a única emissora a comprar os direitos de transmissão adquiridos pela BBC. Na sexta-feira anterior à cerimônia (24 de julho), Sérgio Chapelin apresentou um “Globo Repórter” especial sobre a família real, a plebeia Diana Spencer, eleita do príncipe, e os preparativos do evento. Os correspondentes Luís Fernando Silva Pinto, para o “Jornal Nacional”, e Maria Cristina Pinheiro, do “Jornal Hoje”, também cobriam os preparativos.

Às 6h da manhã do dia 29, o canal deu início à cobertura, conduzida por Berto Filho, um dos apresentadores do ‘JH’. Os também correspondentes Hélio Costa (de Nova Iorque) e Ricardo Pereira (de Londres) se encarregaram da narração, dos estúdios da BBC. A tão famosa pontualidade britânica assegurou uma transmissão sem deslizes, como contou Ricardo ao projeto Memória Globo: “A gente fez duas reuniões com eles de pré-produção, os caras diziam assim: ‘Às dez horas, quatro minutos e cinco segundos a carruagem da rainha vai passar na Trafalgar Square’ e passava”.

O interesse no casamento do Príncipe Charles e de Lady Di era tão grande que a Globo não se limitou à veiculação da cerimônia e dos festejos – no ar até 10h30, quando entregou para o “TV Mulher”, de Marília Gabriela e Ney Gonçalves Dias. O canal programou para às 12h, entre o ‘TV’ e a sessão de desenhos “Globo Cor Especial” (às 12h30), o boletim “Bodas Reais”, que abordou a repercussão do enlace, em Londres. No “Jornal Hoje”, com Leda Nagle, a comentarista de moda Cristina Franco analisou o vestido de Diana, referência para as noivas da década.

O “Jornal Nacional”, com Cid Moreira e Sérgio Chapelin, trouxe uma matéria de 21 minutos sobre o tema. E após a segunda edição do noticiário, à 0h25, a emissora apostou num compacto da cerimônia, também intitulado “Bodas Reais”. O mais curioso: em “Brilhante”, novela de Gilberto Braga lançada em setembro daquele ano, trouxe referências ao casamento! A protagoniza Luiza (Vera Fischer) encontrava a amiga Vera (Aracy Balabanian), em Londres. Morando na Suíça, Vera se deslocou até a capital da Inglaterra para assistir a tradicional volta de carruagem dos noivos.

Naquele dia, após o passeio, os apaixonados Charles e Diana quebram o protocolo real ao trocarem um beijo diante dos súditos, na bancada do Palácio de Buckingham. Ontem, Harry e Meghan também romperam com as convenções, ao se beijarem na saída da Capela de São Jorge – a noiva ainda se dirigiu ao altar, durante determinado trecho, sozinha; os dois também não serviram o tradicional bolo de frutas (cujas fatias são enviadas aos presentes, com uma carta de agradecimento, pelos correios) e deixaram o almoço para convidados, rumo a segunda festa, em um carro conversível.

Em 23 de julho de 1986, a Globo transmitiu o casamento do príncipe Andrews, segundo filho de Elizabeth II, entre o “Bom Dia Brasil” e o “Xou da Xuxa” (de 07h30 às 08h30); a Manchete se encarregou de exibir todo o evento, no ar entre 06h30 e 10h30. Já em 29 de abril de 2011, a emissora-líder apostou numa edição estendida do “Bom Dia Brasil”, então conduzido por Renata Vasconcellos e Renato Machado, para a cobertura da união do Príncipe William e Kate Middleton – com comentários da consulta de moda Gloria Kalil e os repórteres Cecília Malan, Marcos Losekann, Marcos Uchôa e Pedro Bassan “in locco”.

_____________________________________________

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

_____________________________________________

Saiba Mais:

“Tem mais negro no Casamento Real do que na novela da Globo”, provoca internauta

Evaristo Costa brinca com Casamento Real: “Não consegui dar um abraço no Harry”

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!