Em plena Páscoa, Silas Malafaia divulga tutorial de tortura armada para igreja

Silas Malafaia divulga tutorial de tortura (Imagem: Reprodução / Instagram)

Em plena Páscoa, o pastor Silas Malafaia deixou os cristãos chocados ao divulgar o vídeo do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, ensinando a usar objetos como armas e instrumentos de tortura.

Segundo ele, a intenção é se armar para lutar fisicamente contra “os que querem fechar as igrejas”. Na publicação, Silas disparou: “Roberto Jefferson ensinando como se expulsa ‘Satanás’ da igreja”.

Ele escreveu as palavras em caixa alta, como se estivesse gritando, e ainda deu várias risadas, sendo massacrado por pessoas de dentro e de fora do meio cristão.

Muitos citaram o fato da Páscoa ser uma data comemorativa em memória à morte de Jesus Cristo, que, inclusive, foi torturado até a morte à mando de sacerdotes e fariseus da sua época.

“Que vergonha! Por conta desse tipo de crente deixei de frequentar templo.
Sigo com meu amor e minha fé em Deus mas longe dessa corja que a única coisa que sabem fazer bem é enganar as pessoas”, comentou uma pessoa.

“Se dê o respeito pastor, não divulgue uma idiotice dessas, o futebol mundial está sem público, a pandemia afeta tudo a todos, não seria as igrejas diferente. O senhor precisa saber quem adorar, se o Dinheiro, Deus o Jair”, outra.

“Que Deus dê ao senhor, à sua família e ao Roberto Jefferson e à família dele tudo que vocês merecerem, pelo mérito de seus pensamentos, desejos, palavras e atos”, desejou mais uma.

Vale lembrar que, semanas atrás, ele contraiu Covid-19 e polemizou ao defender o uso do remédio Ivermectina.

“Eu estou bem. Foi constatado que eu estou com Covid. Aqui na minha casa, dois filhos, dois genros, minha neta já tiveram e minha esposa já saiu. Então, eu não sou imune e eu atendo pessoas. Falo com muita gente”, disparou.

“Dou atendimento pastoral. Não sou pastor de palco, nem de púlpito só não. Eu atendo gente pode ser não sei. Atendo muita gente, mesmo atendendo de máscara e tudo a gente nunca sabe. Talvez nem isso, né?!”, questionou.

“Eu dou atendimento a muita gente, pessoal que vai a gabinete, desesperado e toda essa tralha toda. Mas estou bem”, afirmou. Sobre o tratamento, disse ainda: “Não cura, mas ameniza o impacto desta enfermidade”. 

Apesar disso, estudos científicos garantem que medicamentos como Ivermectina e Cloroquina não possuem eficácia contra a doença e podem gerar efeitos colaterais.

Confira:

Lucas MedeirosLucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›