Globo
Apesar da queda, Globo ainda é a emissora que mais faturou em 2019 (Imagem: Arte / RD1)

Em constante queda de receita e faturamento nos últimos quatro anos, as emissoras de televisão brasileiras já foram reduzidas nesse quesito ao equivalente à Record e SBT juntas. As três maiores redes perderam mais de R$ 3 bilhões em receitas com publicidade.

Segundo levantamento do site Notícias da TV, do jornalista Daniel Castro, a crise foi constatada após o trio tornar público seus balanços contábeis, publicados no Diário Empresarial. Em 2015, juntas, Globo, SBT e Record faturaram R$ 14,2 bilhões; em 2018, foram R$ 12,8 bi.

A diferença, de R$ 1,3 bi, é nominal, e maior que o faturamento do SBT sozinho. Considerando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPC-A), a diferença salta para R$ 3,3 bilhões.

Ainda segundo o jornalista, a Record foi a que mais perdeu dinheiro nos últimos anos: teve 11,1% de queda em faturamento, indo de R$ 1,9 bilhão em 2015 para R$ 1,7 bilhão em 2018. Aplicada a inflação, a porcentagem muda para 21,7%.

A Globo aparece em seguida, com R$ 10 bilhões em receitas em 2018. Embora alto, o valor é 20,6% menor que há quatro anos, também considerando a inflação. Nominalmente, o recuo foi de 9,9%, quando em 2015, o canal arrecadou R$ 11,1 bi.

O SBT surge em terceiro lugar, tendo encerrado 2018 com R$ 1,065 bilhão, R$ 1 milhão a menos do total arrecadado em 2015. Considerando o IPC-A, a emissora teve queda de 12,9% em arrecadação nos últimos quatro anos.

A culpa para a queda é a associada ao fato de que grande parte dos anunciantes reduziu os investimentos em publicidade. Com isso, a TV aberta, que tinha 58,5% do bolo publicitário nacional em 2014, passou para 58,3% em 2018.

Também pesa o fato de que os investimentos têm sido concentrados na internet: se em 2014 o investimento correspondia a 7,6% do mercado, no último ano, o valor subiu para 17,7%.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA