Equipe da Record sofre agressão durante reportagem e tem carro quebrado

Record
Equipe da Record é alvo de agressão durante reportagem (Imagem: Reprodução/ Instagram)

Uma equipe da afiliada da Record em Santa Catarina foi agredida durante a produção de uma reportagem, no último sábado (15). O caso aconteceu em Joinville, no Norte de Santa Catarina e foi denunciado à polícia.

O NDTV afirmou que uma testemunha, que não quis se identificar por medo, relatou que a briga iniciou no interior do restaurante. Um segurança retirou os envolvidos para fora do local. A equipe da emissora, então, chegou ao local e começou a filmar a situação.

Um dos agressores logo subiu em cima do carro da afiliada da Record, chutou o para-brisa e o teto do veículo, além de quebrar o vidro. O outro decidiu abrir a porta e agrediu o jornalista Ronaldo Daros.

“Estava ocorrendo uma briga e paramos para filmar. O momento que eu levantei o celular, ainda dentro do carro, eles vieram até mim dizendo ‘não filma, não filma’. Nisso, começaram a me bater. Levei soco na cara e no estômago”, declarou o repórter para o noticiário da emissora.

Ronaldo Daros também declarou ainda que os agressores tentaram o tempo todo o retirar do carro, além de o ameaçarem de morte. Segundo o operador de câmera Ricardo Alves, ele desceu do carro e tentou conter os agressores, porém, foi empurrado.

Uma equipe da Polícia Militar esteve no local e um boletim de ocorrência a respeito das agressões foi registrado. “Eu fiquei em estado de choque. O medo é tão grande que você nem percebe direito o que aconteceu na hora”, desabafou Ronaldo.

A polícia tenta identificar os responsáveis pelas agressões. Os agentes utilizam um vídeo para tentar descobrir a identidade dos agressores que partiram para cima da equipe.

Em nota, o Grupo ND lamentou o caso. “O Grupo ND repudia e lamenta as agressões sofridas pela equipe de reportagem da NDTV Joinville, ocorrida na noite de sábado, 15 de maio, quando tentava registrar uma briga de frequentadores de uma choperia no centro da cidade e pede às autoridades policiais a apuração rigorosa dos atos criminosos”, afirmou a empresa.

A afiliada da Record seguiu: “O repórter Ronaldo Daros e o operador de câmera Ricardo Alves foram cercados por um grupo de pessoas, em frente ao estabelecimento. Um dos profissionais foi atingido com socos e sofreu ameaças de morte e o veículo teve o para-brisa destruído pelos agressores”.

“As agressões foram testemunhadas por diversas pessoas e ocorreram em local público, o que ajudará a identificar os responsáveis pela tentativa de intimidar os profissionais da imprensa em pleno exercício profissional”, afirmou a NDTV Joinville.

“O Grupo ND se solidariza com seus colaboradores vítimas destes atos covardes, colocando todos os recursos disponíveis para o atendimento dos profissionais e familiares de forma a reparar os danos materiais e psicológicos sofridos”, completou.

Luiz Fábio AlmeidaLuiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com
Veja mais ›