00:52 :: 24/05/2017

Sobre

Em parceria com a produtora independente Casablanca, a Record produziu esta prequela de um dos maiores sucessos de sua dramaturgia: “A Escrava Isaura” (2004). Escrita por Gustavo Reiz – em sua segunda novela como autor titular, após “Dona Xepa” (2013) –, “Escrava Mãe” narra a história dos pais da escrava mais famosa da literatura e da TV brasileiras.

Brasil de 1808. Juliana (Gabriela Moreyra) cresceu na Vila de São Salvador entre os escravos negros da fazenda açucareira Engenho do Sol, onde sempre foi tratada com muita deferência por seus proprietários, Beatrice (Bete Coelho) e Custódio Avelar (Antônio Petrin). Moça nobre e de excelente índole, ela vê sua vida mudar quando conhece Miguel Sales (Pedro Carvalho), rapaz português que chegou à cidade para investigar a misteriosa morte de seus pais.

O problema é que a ardilosa Maria Isabel (Thaís Fersoza), filha dos donos de Juliana, também se interessa por Miguel e não aceitará perdê-lo para uma escrava. As coisas pioram ainda mais quando, após a morte de Custódio, o Engenho do Sol vai parar nas mãos do cruel Comendador Almeida (Fernando Pavão). Genro de Custódio e marido de sua filha Teresa (Roberta Gualda), ele sente uma forte atração por Juliana e ficará obcecado em levar a moça para a cama.

Outros nomes, como Jussara Freire, Luíza Thomé, Milena Toscano, Roger Gobeth, Luiz Guilherme, Leo Rosa, Zezé Motta, Lidi Lisboa, Jayme Periard, Robertha Portella, César Pezzuoli, Karen Marinho e Cássio Scapin, completam o elenco de “Escrava Mãe”, dirigida por Ivan Zettel.

WordPress Lightbox