Esposa de Cid Moreira abre o jogo após ser alvo de acusações graves

Cid Moreira
Fátima, esposa de Cid Moreira, fala sobre acusações de herdeiros do jornalista (Imagem: Reprodução / Instagram)

Fátima Sampaio, esposa de Cid Moreira, falou pela primeira vez depois que o ex-caseiro do jornalista fez acusações graves contra ela. A companheira do ex-âncora do Jornal Nacional afirmou que evitou a imprensa por duas razões: a Justiça e o assunto em si, até então familiar e fora dos holofotes.

Em conversa com o programa A Tarde É Sua, apresentado por Sonia Abrão, Fátima contou que o marido sempre preservou a vida pessoal, mas que a sua vontade caiu depois que um dos filhos foi à Justiça.

“Nós estávamos evitando ir para imprensa falar, primeiro porque tem um processo do Roger contra o Cid na Justiça que corre em segredo de Justiça e ele não pode falar. Ele também quis se preservar. O Cid sempre foi bom profissional e a vida particular não interessava ninguém, porque todos têm seus problemas para resolver”, começou.

“Eles foram aumentando a agressão, nos perseguindo. Vocês pensam que isso é de agora? Isso é uma coisa antiga”, garantiu. “Tem 21 anos que estou com o Cid”, ressaltou.

“Vocês podem imaginar o que essas pessoas têm tentado fazer comigo, mas era de forma mais particular e discreta, as chantagens, as ameaças, os jogos. Não são ameaças claras, são veladas e é muito triste”, desabafou.

Roger Felipe Naumtchyk Moreira foi alvo de um comentário direto de Fátima. “Esse menino eu conheço o caráter transtornado. Não me assusta mais, eu sabia que eu teria que lidar com ele pelo resto da vida, porque eu tô com o Cid e ele faz parte da vida do Cid”, manifestou.

Acusação grave

Um ex-caseiro do veterano confirmou a versão dos herdeiros e afirmou que viu agressões e maus-tratos ao longo de 26 anos como funcionário do casal.

A testemunha no processo dos filhos de Cid, Rodrigo Radenzev Simões Moreira e Roger, revelou que trabalhou para o casal entre 1991 e 2017, quando foi demitido por Fátima sem justa causa. Ele recebeu uma bonificação e, em respeito a Cid, não buscou a Justiça do Trabalho.

Em áudio, o caseiro relatou: “[A comida] era horrível. (…) A comida sai da geladeira, esquenta, vai para a mesa, passa duas horas na mesa, depois volta para a geladeira. [Era] 15 dias fazendo isso. Era pizza todo dia. E daquelas pizzas horríveis. Ela [Fátima] fazia [a pizza], ficava um tempão lá na geladeira. Era todo dia pizza”.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›