Topíssima
Camila Rodrigues como Sophia, em “Topíssima”; novela da Record faz boa estreia (Imagem: Reprodução / Record)

Marco da retomada de folhetins inéditos às 19h45, “Topíssima” começou bem. O primeiro capítulo da novela de Cristianne Fridman ocupou a vice-liderança, segundo dados da Grande São Paulo. E rendeu mais audiência para a Record do que a bíblica “Jezabel”, exibida na sequência, derrotada pelo SBT. Também nesta terça-feira (21), o quadro “A Hora da Venenosa”, do “Balanço Geral SP”, chegou mais uma vez ao primeiro lugar, à frente da Globo.

No ar das 19h50 às 20h51, “Topíssima” alcançou 9,3 pontos, 12,4 de pico e 13,3% de participação no número de televisores ligados (share); na mesma faixa, 27,6 de média para a Globo e 8,0 para o SBT. Logo após, entre 20h51 e 21h46, “Jezabel” atingiu 6,8 pontos, 10,2 de pico e 9,6% de share; aqui, 30,9 para a primeira e 11,8 para a segunda colocadas.

O desempenho de “Topíssima”, contudo, não foi o suficiente para bater outras estreias do horário, lançado em 2016 com “Escrava Mãe”. A trama de Gustavo Reiz cravou 13,9 de média em seu primeiro capítulo. A reprise de “Escrava Isaura” (2004) consolidou 14,4 pontos. O novo folhetim superou “Belaventura” (2017), também de Gustavo Reiz, com 8,1. Perdeu para outro repeteco, de “A Terra Prometida” (2016), com 9,9.

A terça na Record contou ainda com os 9,8 do “Cidade Alerta” – maior audiência do dia – e os 7,5 do “Balanço Geral SP” (entre 12h e 13h52). Das 13h55 às 15h01, o jornalístico de Reinaldo Gottino chegou à liderança com “A Hora da Venenosa”: 10,0 pontos, 10,9 de pico e 23,6% de share contra 8,7 da Globo. Com isso, “Bela, a Feia” (2009) também se deu bem (6,9 x 9,3 da Globo x 5,3 do SBT); “Caminhos do Coração” (2007) manteve a vice (5,0 x 12,7 da Globo x 4,8 do SBT).

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!