Ex-apresentadora da TV Globinho, Letícia Navas mostra como está vivendo nos EUA

Letícia Navas foi apresentadora da TV Globinho (Imagem: Divulgação / SBT)

A apresentadora Letícia Navas ficou conhecida após apresentar a TV Globinho com Emilio Eric na última fase do programa. Depois, a dupla atuou em Chiquititas, do SBT, mas agora, seguiu rumos diferentes.

Letícia hoje está com 26 anos de idade e surpreendeu ao voltar a aparecer nesta semana no programa Mais Você, de Ana Maria Braga, em uma reprise do quadro Receita da Ana.

Foi aí que muita gente começou a se perguntar por onde ela anda. O que ninguém sabia, porém, era que a loira nem mora mais no Brasil. Segundo o UOL, a famosa está morando em Miami, nos Estados Unidos.

Casada com Otto Queiroz, ela teve seu primeiro filho, Nathan, há seis meses. Nas redes sociais, ela conta com 940 mil seguidores e costuma publicar vários momentos em família.

Vira e mexe, vale lembrar, a TV Globinho é relembrada pelos internautas nas redes sociais. O programa saiu do ar para dar lugar ao Encontro com Fátima Bernardes em 2012 e até Anitta já chegou a se manifestar.

Tudo começou quando o colunista Chico Barney, do UOL, falou sobre a programação infantil na TV aberta durante a quarentena e sugeriu a volta da TV Globinho:

“Se for preciso diminuir ainda mais a carga de produção inédita, creio que a TV Globinho seria uma novidade muito bem-vinda à programação. Inclusive em diferentes horários, servindo como transição entre o Jornal Nacional e a novela”.

Foi aí que Anitta avaliou a situação como um todo e explicou as dificuldades que há por trás dessa possibilidade:

“O Brasil criou uma lei que proíbe publicidade infantil na TV aberta, ou seja, nenhum anúncio ou propaganda pode ser feito pra esse público. A grade infantil na TV não oferece mais lucro pras emissoras por que não existe forma delas captarem em cima daquele horário da programação. Por isso os canais acabaram com a programação infantil”.

“Se tornaria um horário de apenas prejuízo para as emissoras (sim, é MUITO caro trabalhar com animação). Triste né?”, questionou, lamentando a situação das crianças que não possuem TV Paga e internet em casa.

“A criança é obrigada a crescer vendo entretenimento de adulto se não tiver internet em casa. Não culpo as TVs e sim essa lei que não foi pensada nas consequências de não ter entretenimento infantil de fácil acesso, podia ter outras saídas”, completou.

Confira:

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›