Ex-Tiazinha, Suzana Alves lança curso sobre autoconhecimento; atriz cita mudança na carreira

Suzana Alves
Sucesso dos anos 90, Suzana Alves decide lançar curso e planeja primeiro livro (Imagem: Reprodução / Instagram)

Suzana Alves decidiu lançar um curso focado no autoconhecimento. O objetivo é que, através da sua história, “outras pessoas consigam encontrar um caminho e propósito na vida“. Um dos fatores que ela abordará será a mudança que teve na carreira, após desistir da personagem Tiazinha, que fez sucesso nos anos 90, no programa Hora H, comandado por Luciano Huck.

“O curso nasceu na pandemia. As pessoas estão precisando se reinventar, se conhecer. Estamos tendo que lidar com medos e inseguranças. Não querendo minimizar a pandemia, mas eu já enfrento essas incertezas há alguns anos. Sempre fui uma pessoa que questionei as situações. Desde criança tenho esse desejo de mudar, de melhorar, de reconstruir. Mudar o mundo e ajudar as pessoas a terem essa mesma visão. A gente vai ficando mais velha e vai pensando na questão do autoconhecimento”, disse, em entrevista a Patrícia Kogut.

Em seguida, a artista citou a renúncia que fez ao desistir da fama no auge da carreira: “No meu caso, toda a história da busca da minha identidade, da renúncia que fiz, de desistir da fama para encontrar minha essência. Não é surpresa que um dia fosse acontecer de eu aproveitar isso para ajudar outras pessoas”.

Ao relembrar da personagem, Suzana ressaltou que não foi uma decisão fácil, mas necessária para ela pudesse se encontrar novamente:

Agora eu dou risada, mas deviam pensar: “Que maluca, radical”. Mas é que eu sou muito assim, de verdade, não consigo estar no desconforto. Quando eu decidi, percebi que não estava feliz. Tinha tudo, mas o que eu queria mesmo para a minha vida, que era estudar, terminar a faculdade, viajar, ter uma família, eu não tinha tempo para fazer. Sabia que não teria as duas coisas. O sucesso da Tiazinha e toda aquela exposição iam sufocar questões que eu queria resolver. Dinheiro esconde tudo. A personagem já estava maior do que eu. A Suzana não tinha uma vida própria”.

Além disso, a musa destacou que as coisas não faziam mais sentido: “Eu não tinha uma vida, pensava que ninguém ia me amar de verdade. Os homens se aproximavam de mim por interesse. Eu não tinha paz. Me sentia solitária, protegida de todo mundo, com segurança, motorista etc. Me sentia num castelo inatingível. Eu queria ir à praia com as amigas e ao shopping. Então, resolvi e mudei a minha história. Não queria perder tempo”.

Durante a pandemia, ela aderiu aos cabelos brancos e teve a sorte de poder usá-los durante a nova personagem na novela Gênesis, na Record. “É um fase de aceitação, que aconteceu de forma natural. Claro que vou sempre estar aberta para mudar para algum trabalho, só não quero passar tinta”.

Assim que terminar de gravar a trama bíblica, Suzana já pensa em lançar o primeiro livro: “Agora vai sair com certeza, já fechamos o contrato. Eu estava escrevendo um livro sobre gravidez, quase terminando, mas aí resolvi escrever uma biografia, que engloba tudo, a minha gestação, a minha história”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›