Exclusivo: Marcos Palmeira viverá protagonista de Pantanal

Pantanal
Destaque na primeira versão de Pantanal, Marcos Palmeira viverá o protagonista Zé Leôncio em remake da Globo (Imagem: João Miguel Júnior / Globo)

Personagens defendidos por Cláudio Marzo na versão original de Pantanal, exibida pela Manchete em 1990, Velho do Rio e seu filho, Zé Leôncio, terão intérpretes diferentes no remake em produção na Globo. Antonio Fagundes, agora sem contrato fixo com a emissora-líder, responderá pelo tipo mítico que protege fauna e flora locais, transformando-se em sucuri. Já o pecuarista, figura central do enredo de Benedito Ruy Barbosa, ficará com Marcos Palmeira.

Esta coluna do RD1 teve acesso a quatro nomes pretendidos para o remake. Além de Fagundes e Palmeira, Dira Paes e Irandhir Santos. Os personagens destes, porém, não foram listados na relação. A julgar pela idade e pelo físico, é bem provável que a atriz assuma Filó, amasia e empregada de Zé Leôncio, com quem tivera o filho Tadeu.

Na primeira versão, Marcos Palmeira encarnou o peão, fiel escudeiro de Leôncio – que rechaçava o parentesco pelo fato do rapaz ter nascido do caso com Filó (então Jussara Freire), alheio ao seu casamento com Madeleine (Ittala Nandi). Cabe lembrar que, na primeira fase do original, Paulo Gorgulho, Tânia Alves e Ingra Lyberato viveram Zé Leôncio, Filó e Madeleine; o remake, certamente, também contará com outro elenco no prólogo.

A escalação de Palmeira reverencia o folhetim da Manchete e Renascer, que marcou a volta de Benedito Ruy Barbosa à Globo após o êxito na concorrência. O ator vai repetir a relação pai e filho com Fagundes; os dois viveram José Inocêncio e João Pedro, quase uma reedição de Zé Leôncio e Tadeu, na trama veiculada em 1993.

Cabe lembrar que os dois, assim como Dira e Irandhir, estiveram em Velho Chico (2016), último trabalho de Benedito enquanto supervisor e primeiro de seu neto Bruno Luperi como titular. Bruno, aliás, responde pela atualização de Pantanal. Rogério Gomes está à frente da direção artística. A regravação, bancada pelo diretor de produção Ricardo Waddington, estreia no segundo semestre do ano que vem, às 21h, após a fase final de Amor de Mãe e Um Lugar ao Sol.

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com