Fábio Porchat e Theo Becker
Fábio Porchat detona post de Theo Becker sobre política brasileira (Imagens: Reprodução – Instagram/ Montagem RD1)

Sempre polêmico, Theo Becker decidiu falar novamente sobre a política brasileira e acabou sendo detonado por Fábio Porchat, nos comentários da postagem no Instagram.

O ator colocou imagens comparando os governos de esquerda e de direita no país, falou sobre supostos planos de governo do PT, o comparando ao do regime fascista de Mussolini, e ainda detonou os ex-presidentes Lula e Dilma.

“A política no Brasil definitivamente virou esquizofrenia“, disparou o ex-“A Fazenda” na legenda da publicação. Ele ainda citou projetos apresentados pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) e salientou que os comentários só aparecem quando falam das polêmicas envolvendo o governo.

“Quando o Presidente bate boca com o presidente da OAB (não deveria ter feito), rasgam as vestes, jogam cinzas na cabeça. Qualquer besteira que o presidente diga no café da manhã com a imprensa é um Deus-nos-acuda e vira manchete de jornal”, acrescentou ele.

“E o mais impressionante é que gente inteligente e preparada faz coro para denunciar o que todos já sabem, para dizer o que todo mundo já disse, para comentar o que todos já comentaram. Nenhuma originalidade. Nenhuma leitura nova. Nada”, afirmou.

Nos comentários, Theo Becker dividiu opiniões. Entre os críticos para a sua postagem estava Fábio Porchat. “Das coisas mais equivocadas que já vi…”, disparou o humorista.

View this post on Instagram

A política no Brasil definitivamente virou esquizofrenia. É apresentado ao Congresso um projeto de Lei da Liberdade Econômica que vai desburocratizar a vida do pequeno empresário, e ninguém comenta. O Ministro da Educação apresentou um plano para o financiamento das universidades estatais com recursos da iniciativa privada, e ninguém comenta. O mais médicos é relançado com salários variando de R$ 11.000 a R$ 15.000 e um plano de aproveitamento de 2200 médicos cubanos, e ninguém comenta. O governo libera saques no FGTS com capacidade de injetar até R$ 30 bilhões na economia, além de ajudar a milhoes de pessoas a limpar seus nome no SPC, e ninguém comenta. A Petrobras vende parte de sua participação na BR Distribuidora por R$ 9 bilhões e deixa de ser a empresa mais endividada do mundo, e ninguém comenta. O Salim Mattar já tem pronto o projeto de desestatização dos Correios e da Casa da Moeda e ninguém comenta. O Ministro Tarcísio de Freitas completa a ferrovia Norte-Sul que liga o Porto de Itaqui no Maranhão ao Porto de Santos, e ninguém comenta. Agora, quando familiares do Presidente fazem um voo de 15 minutos de helicóptero (está errado, não deviam ter feito), o mundo vem abaixo. Quando o Presidente bate boca com o presidente da OAB (não deveria ter feito), rasgam as vestes jogam cinzas na cabeça. Qualquer besteira que o presidente diga no café da manhã com a imprensa é um Deus-nos-acuda e vira manchete de jornal. E o mais impressionante é que gente inteligente e preparada faz coro para denunciar o que todos já sabem, para dizer o que todo mundo já disse, para comentar o que todos já comentaram. Nenhuma originalidade. Nenhuma leitura nova. Nada. Ignoram o que importa e se concentram em detalhes absolutamente irrelevantes. Parece que estão torcendo para tudo dar errado. Quem melhor descreveu essa marcha da insensatez foi o Alexandre Garcia, que comentou: “É como se os passageiros de um voo estivessem torcendo para o avião cair". Não faz o MENOR sentido. O Brasil nunca ouviu tantas verdades e, para alguns, isso é difícil. O caso brasileiro é único no mundo. É muito maior do que o Brexit, é gigante perto da eleição de Trump.Continuação na próxima postagem. 🇧🇷

A post shared by Theo Becker de Oliveira (@theobecker) on

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA