Fábio Porchat surpreende e pede “fora Bolsonaro” no Jornal Nacional

Fábio Porchat
Fábio Porchat pede “fora Bolsonaro” no Jornal Nacional (Imagem: Reprodução / Globo)

Fábio Porchat surpreendeu ao comparecer à missa de sétimo dia de Paulo Gustavo, nesta terça-feira (11), usando uma máscara em protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O acessório, inclusive, foi observado durante entrevista que ele concedeu ao Jornal Nacional, da Globo.

“Fora Bolsonaro”, dizia a frase estampada na máscara do ator. A cerimônia, que foi sendo transmitida ao vivo pelo canal Multishow, foi celebrada por Dom Omar e foi restrita à família e amigos mais próximos.

“O Paulo era uma potência e uma força. Então nada mais pertinente do que estar do lado de uma figura com tanta força, como o Cristo [Redentor]”, declarou o apresentador do GNT, em referência ao local onde a cerimônia foi realizada.

Além de Fábio Porchat, famosos como Angélica, Monique Alfradique e Regina Casé também foram à missa, bem como o viúvo de Paulo, o médico Thales Bretas, com quem ele tinha dois filhos, Romeu e Gael, a mãe do ator, Déa Amaral, e a irmã, Juliana Amaral.

O evento aconteceu no Santuário Cristo Redentor da Arquidiocese do Rio de Janeiro e foi transmitido ao vivo pelo Multishow. A cerimônia foi celebrada às 18h30, por Padre Omar, reitor do Santuário Cristo Redentor.

A missa contou, ainda, com leituras da família e dos amigos do ator, como a atriz e apresentadora Regina Casé e a diretora Susana Garcia, e canções especiais interpretadas pela mãe de Paulo, Dona Déa Lúcia (que vai cantar Fascinação), pelo coral masculino de música sacra Bienias & Prim, pela soprano Flávia Correia e pela cantora Mariah Nala (com a música Pretty Hurts, de Beyoncé).

Cabe lembrar que o presidente chegou a ser criticado em 4 de maio, quando lamentou a morte de Paulo Gustavo em seu Twitter. “Com seu talento e carisma, conquistou o carinho de todo o Brasil. Que Deus o receba com alegria e conforte o coração de seus familiares e amigos, bem como de todos aqueles vitimados nessa luta contra a Covid-19″, escreveu, na época.

Internautas, porém, apontaram hipocrisia na fala de Bolsonaro. “Você é o maior responsável pelo que aconteceu com o Paulo. Você é o maior responsável por esses 400 mil Paulos [referência ao número de mortes pela doença no país]”, disparou um usuário do Twitter.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›