Fábio Porchat vira alvo do gabinete do ódio e rebate com escândalos de Bolsonaro

Fábio Porchat
Apresentador Fábio Porchat é alvo de bolsonaristas e rasga o verbo contra o presidente Jair Bolsonaro (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Fábio Porchat se tornou o principal alvo do gabinete do ódio, suposto local onde integrantes do governo atacam os seus opositores, e devolveu os ataques com lembranças de escândalos que abalaram os dois primeiros anos do Governo Bolsonaro.

Tudo começou quando Thiago Gagliasso saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e detonou Porchat, citando valores em aberto dos filmes que o ator fez no cinema como Meu Passado Me Condena e Meu Passado Me Condena 2.

“R$ 2.496.000,00 é o valor em aberto na prestação de contas do filme do bonitão Fábio Porchat. Nome? Meu Passado Me Condena. Isso daí ninguém fala nada! Presta conta aí, para ajudar na vacina, ô genocida! Cadê o dinheiro Porchat? Meu Passado Me Condena parte 2, porque ainda não acabou. R$ 3.072.000,00 é o que está pendente na Ancine. Meu Deus, que genocídio com a verba pública!”, detonou.

“Fazer piada com Jesus, chamar presidente de genocida e mandar ficar em casa é mole! Difícil é prestar conta de mais de R$ 5 milhões do longa que protagonizou”, acrescentou.

O apresentador do Que História É Essa, Porchat?, do GNT, se manifestou e lembrou dos cheques de Fabrício Queiroz à Michelle Bolsonaro, a primeira-dama. “Muita gente perguntando cadê o dinheiro, Porchat, e eu também quero saber! Eu sei que tem 89 mil na conta da Michelle, 6 milhões de rachadinha investidos em casa de luxo em Brasília e mais um pouco que as ex-mulheres do presidente gastaram em aps”, revidou no Twitter.

“Se eu entrei na mira do Gabinete do Ódio é bom sinal. Devo estar incomodando. Tô no caminho certo!”, debochou.

Confira:

 

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›