Fabíola Reipert fala sobre Sonia Abrão, Chris Flores e revela o seu maior arrependimento

Fabíola Reipert
Fabíola Reipert defende trabalho à frente do quadro A Hora da Venenosa, da Record (Imagem: Edu Moraes / Record)

Fabíola Reipert não fugiu das polêmicas envolvendo o seu trabalho à frente do quadro A Hora da Venenosa, no Balanço Geral SP, da Record. A fofoqueira mais assistida da TV falou sobre suas concorrentes como Sonia Abrão e Chris Flores e confessou o seu maior arrependimento na carreira.

“Eu não vou à emissora só para me preocupar com cabelo e maquiagem, ajudo a produzir o quadro junto com a nossa equipe. Ligo, escrevo e corro atrás de furos”, disse em entrevista ao Notícias da TV. “Eu e o [Reinaldo] Gottino participamos de reuniões”, garantiu.

“Imagina se eu chegasse lá só para colocar cílios postiços? Não dá, né? Por isso, que eu acredito que é necessário ser jornalista, sim”, defendeu Reipert.

“Todas têm o seu valor. Apurar notícias dá o mesmo trabalho para qualquer área. Quem cobre política também faz fofoca; afinal, tem tantos assuntos de política que caberiam no noticiário de celebridades”, argumentou.

A apresentadora não escondeu a proteção dada aos contratados da Record. “Se você observar, nenhum veículo fala mal de si mesmo. Por outro lado, se acontecer alguma notícia relevante, a gente vai repercutir. Ninguém está proibido de falar [da emissora]. Não existe isso, não dessa maneira”, esclareceu.

A jornalista aproveitou a deixa e comentou sobre suas concorrentes diretas. “O pessoal da Sonia [Abrão] sempre fala da gente, e vice-versa. A Catia [Fonseca] eu acho ótima. A Chris Flores é minha amiga, desde o jornal Agora. Eu gosto de todos eles. A gente não tem que ser rival, briguinhas e puxadas de tapete são desnecessárias. A classe jornalística precisa se unir”, avaliou.

Fabíola Reipert revelou qual o seu maior arrependimento na carreira: a separação entre Alexandre Borges e Julia Lemmertz, anunciada em 2015. “Eu sabia que o casamento deles estava em crise e publiquei, mas o Alexandre me ligou e pediu, muito educadamente, que eu parasse de repercutir o caso, pois isso estava afetando o filho deles, que ainda era pequeno”, lembrou.

“Cheguei até aqui apenas com meu trabalho, sem puxar o tapete de colegas, sem precisar fazer nada que ferisse meus princípios, sem ser apadrinhada por ninguém. Já trabalhei muito até hoje. Não tenho preguiça, estou com dor nas costas de tanto trabalhar”, finalizou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›