A Fazenda 2020: Stéfani aponta injustiça com Jojo em Prova do Fazendeiro

A Fazenda
Stéfani Bays e Jojo Todynho na última Prova do Fazendeiro em A Fazenda 2020 (Imagens: Reprodução – PlayPlus / Montagem – RD1)

A última Prova do Fazendeiro, que precisou ser refeita na madrugada desta quinta-feira (10), rendeu polêmicas dentro e fora de A Fazenda 2020. Stéfani Bays, que saiu como a vencedora final, não achou a disputa muito justa.

Confira tudo o que rola em A Fazenda 2020 clicando aqui

De acordo com o UOL, a peoa disse que colocar Jojo Todynho numa prova de esforço foi uma atitude desigual: “Tipo, assim, querendo ou não, ela parava e tava passando mal. Eu ainda parei e falei ‘vamo, Jojo’. Falei ‘caraca, tava sentindo o gostinho do chapéu’“.

Stéfani ainda comparou o desempenho dela e de Lipe Ribeiro com o da funkeira, para embasar o que estava falando: “Não tem como colocar uma prova assim pra ela. Deveria ser uma prova de sorte. Seria mais justo. Ela falou que é asmática. Se eu e o Lipe parava pra pegar fôlego e nem conseguia caminhar, imagina pra ela. Por isso, eu acho injusto essas provas assim“.

Depois de apontadas as razões, Biel discordou do que ouviu, dizendo que tudo estava previsto no contrato que assinaram antes de entrar no reality: “É foda! É igual os bagulhos de churrasco e a Lidi é vegana. Não tem como adaptar um programa inteiro por causa de uma pessoa só. Já vem no contrato. Tem que ler os bagulhos“.

Sim, mas eu não acho muito justo. Você também deve achar“, rebateu Stéfani Bays. O funkeiro continuou firme em seu argumento e trouxe uma opinião nova: “Acho que prova de sorte não é justo. Acho que você tem que depender de você“.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›