A Fazenda 2021: Gui Araújo vira alvo de votos para a roça em papo revelador

A Fazenda 2021
Gui Araújo vira alvo de votos para a quarta roça de A Fazenda 2021 em papo revelador (Imagem: Reprodução / PlayPlus)

Gui Araújo foi o fazendeiro na primeira semana de A Fazenda 2021 e conseguiu se livrar da terceira roça ao vencer a mesma prova. Nas vésperas de terça-feira (12), o peão está novamente numa posição ameaçada, num papo entre Dayane Mello, Aline Mineiro, Solange Gomes e Rico Melquiades.

Saiba tudo sobre A Fazenda na cobertura do RD1

Dayane começou reclamando que o ex-MTV a desmereceu por ter voltado de duas roças, com o apoio do público: “Que eu fui para roça [e voltei] porque eu fui com pessoas que tiveram problemas. Pessoas que para ele eram fracas, e que no momento que eu for com pessoas fortes, eu saio”.

Solange ficou indignada com o que ouviu: “Mas, gente, como é que sabe quem é forte e quem é fraco”. Aline debochou de Gui: “Eles são videntes”. A modelo deixou claro que quer o paulista na roça e detonou até Lary Bottino:

Eu não suporto essas duas pessoas. Não suporto. O Gui eu não fiz nada, meu. Sempre tratei ele com respeito, educação. E ontem ele me massacrou. Esse é a primeira pessoa que quando eu for fazendeira, eu vou botar ele. Ele é péssima pessoa. Ele usou a situação para me destruir, tá entendendo?”.

A veterana do reality concordou com a ideia de Gui Araújo na roça: “Concordo. Ele só ataca mulher”. Dayane Mello repetiu a fala e Rico complementou: “O f*da é que se a pessoa bota ele na roça, ele volta fazendeiro porque ele é bom nas provas. Tem que votar e tem que vetar, mas o povo não veta”.

Vale lembrar que o quarto roceiro, geralmente indicado pela dinâmica do Resta Um, é quem tira o direito de um famoso participar da Prova do Fazendeiro, para se livrar do perigo da eliminação.

Confira:

MAIS LIDAS

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›