A Fazenda 2021: Tati Quebra Barraco e Gui Araújo debocham dos remédios dos peões

A Fazenda 2021
Tati Quebra Barraco e Gui Araújo debocham dos remédios dos participantes de A Fazenda 2021 (Imagens: Reprodução – PlayPlus / Montagem – RD1)

Para aqueles que não sabem, alguns dos participantes de A Fazenda 2021 recebem remédios diariamente, por causa dos mais variados problemas de saúde antigos, que necessitaram o uso contínuo desses comprimidos. Tati Quebra Barraco e Gui Araújo, no entanto, não estão vendo isso com bons olhos.

Saiba tudo sobre A Fazenda na cobertura do RD1

A conversa rolou no início da madrugada de terça-feira (5) e começou com Erasmo Viana reclamando que não recebeu seu medicamento: “Não mandaram o meu remédio, mano”.

Gui resolveu se meter e questionou o amigo, no quarto: “Não mandaram?”. Lary Bottino entrou na onda e tirou sarro do modelo baiano: “Olha, o tio Patinho revoltado”.

Tati ficou impressionada com a quantidade dos remédios que chegava e disparou: “Gente, eu nunca fui num lugar que o pessoal bebia tanto remédio igual aqui”. A recém-chegada completou: “Aqui é o manicômio, né?”.

A funkeira seguiu alfinetando os colegas de confinamento: “Nunca vi uma felicidade a pessoa vê o remédio e vibrar”. Gui Araújo polemizou ao retomar a palavra: “Eu nunca vi uma pessoa ficar feliz em se dopar, mano. Nunca vi”.

O ex-MTV também disse que estranhou o que havia chegado para os famosos do reality show da Record: “Não querendo ser fofoqueiro, mas eu li vi uns nomes dos remédios ali e não manjo nada”.

A equipe de Valentina Francavilla, sabendo disso, explicou o que a ex-assistente de palco precisava diariamente: “Valentina passou por um processo muito difícil de depressão pós parto e até hoje ela precisa de medicamentos para que fique bem”.

Confira:

MAIS LIDAS

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›