Felipe Hintze fala de gordofobia e detalha personagem cômico em Quanto Mais Vida, Melhor!

Felipe Hintze
Felipe Hintze viverá personagem cômico em Quanto Mais Vida, Melhor! (Imagem: Reprodução / Instagram)

Felipe Hintze está feliz da vida com a sua atual fase profissional. O ator pode ser visto pelo público da Globo na reprise de Verdades Secretas (2015) e em breve estará com um personagem bem diferente do Eziel. O famoso vai entrar no elenco de Quanto Mais Vida, Melhor! com um papel cômico.

Enquanto na trama de Walcyr Carrasco ele deu vida a um jovem que sofre bullying, na atual história das 19h da emissora ele será o Delegado Torres. A sua entrada acontecerá mais para o meio da produção.

“Meu personagem transborda humor e leveza. Vai ser incrível poder levar mais diversão e alegria para o público. Eu entro na história no começo do ano que vem. Estou ansioso para ver minhas cenas”, afirmou ele em entrevista exclusiva ao RD1.

As gravações já foram finalizadas e aconteceu em meio aos muitos protocolos da Globo contra a disseminação da Covid-19. “Já estou super acostumado com os protocolos, é a forma que encontramos para dar continuidade ao nosso trabalho com segurança. Estamos vacinados, fazemos testes, uso de máscaras, distanciamento…”, ressaltou o artista.

Hintze ainda falou sobre o quanto sofreu na pandemia: “Foi um momento muito difícil. A minha maior perda foi meu avô que faleceu por covid. Difícil falar de lições que aprendi nesse momento delicado, ou de apontar coisas positivas desse período, me solidarizo com as pessoas que sofreram muito e ainda continuam sofrendo”.

Confira a entrevista na íntegra:

RD1 – Como tem sido assistir novamente Verdades Secretas? É muito autocrítico ao rever um trabalho antigo?

Felipe Hintze – Eu adoro rever Verdades Secretas. Tenho orgulho do trabalho e de tudo o que conquistamos. Sou muito autocrítico com o trabalho que estou fazendo agora, com um trabalho antigo eu consigo relaxar e assistir com um distanciamento.

Como você descreveria o Eziel e como foi o processo de construção dele? Qual a principal lembrança que você tem do período de gravação?

O Eziel é um adolescente que sofre bullying, que não sabe lidar com seus sentimentos e deixa seu caráter se corromper por vontade de pertencer a um grupo social. O processo de construção dele foi muito intenso. Eu trabalhei em uma hamburgueria de verdade. Fizemos um workshop na Globo de três meses de preparação.

O período todo da novela é lembrado com muito carinho. A época de Verdades foi muito especial, desde a preparação até os capítulos finais, a gente se reunia muito para acompanhar a novela. As amizades criadas ali se perpetuam até hoje.

Em Verdades Secretas, o seu personagem sofria bullying na escola. Como foi para você levantar essa questão com seu personagem? Já sofreu com preconceito na sua vida?

Eu acredito ser uma responsabilidade social abordar certos temas na dramaturgia. Bullying acontece e precisa ser combatido. Quando a gente expõe na televisão o problema, damos margem para o debate, reflexão. Eu particularmente nunca sofri bullying, mas já tive que lidar com a gordofobia.

Sua namorada, Talita Franceschini está no elenco de Verdades Secretas 2. Como você recebeu a notícia da participação dela na trama, que é um marco na sua carreira?

Com muita felicidade e orgulho. É muito incrível saber que Verdades, que foi tão importante e significativo para minha carreira, será para ela também. Assisti a continuação com muito orgulho de saber que pessoas que eu amo estão fazendo um belíssimo trabalho.

Ao RD1, Talita disse que recebeu muitas dicas sua. Qual o apoio deu a ela nesse momento? Sentiu ciúmes por não estar na segunda temporada da trama?

Zero ciúmes, muito pelo contrário, eu fico extremamente feliz e animado por ela estar iniciando em um projeto tão esperado. A gente se ajuda muito. Enquanto ela gravava Verdades Secretas 2, eu gravava a novela das 7h, Quanto Mais Vida, Melhor!, então a gente sempre estudava juntos, passava o texto juntos.

Em breve você voltará à TV em Quanto Mais Vida, Melhor!. O que pode adiantar do personagem?

Eu faço o Delegado Torres, entro para dar mais alívio cômico na trama. Meu personagem transborda humor e leveza. Vai ser incrível poder levar mais diversão e alegria para o público. Eu entro na história no começo do ano que vem. Estou ansioso para ver minhas cenas.

Como tem sido gravar em plena pandemia da Covid-19? Já está mais adaptado com os protocolos da Globo?

Já estou super acostumado com os protocolos, é a forma que encontramos para dar continuidade ao nosso trabalho com segurança. Estamos vacinados, fazemos testes, uso de máscaras, distanciamento…

Falando nisso, como foi o período da pandemia para você? Conseguiu tirar lições com esse momento delicado?

Foi um momento muito difícil. A minha maior perda foi meu avô que faleceu por covid. Difícil falar de lições que aprendi nesse momento delicado, ou de apontar coisas positivas desse período, me solidarizo com as pessoas que sofreram muito e ainda continuam sofrendo. Muita gente perdeu familiares, perdeu emprego, passou fome.

Além da nova novela das 19h, quais novos projetos na TV, teatro ou cinema já está trabalhando e pode adiantar para a gente?

Tenho alguns projetos para o ano que vem, mas ainda é muito cedo pra falar. Finalizo as gravações e fico uns dias de férias.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›