Felipe Neto assume uso de maconha após revelação de Antonia Fontenelle

Felipe Neto
Felipe Neto falou pela primeira vez sobre o assunto (Imagem: Reprodução / YouTube)

Após Antonia Fontenelle expor em um vídeo que foi questionada por Felipe Neto sobre cheirar cocaína, em um encontro que ela teria tido com ele no passado, o youtuber resolveu se pronunciar.

Por meio do Twitter, o famoso admitiu já ter fumado maconha, mas disse que essa foi a única droga ilícita que ele fez uso ao longo de todos os seus 32 anos de vida. Ou seja, nunca cheirou cocaína.

Neto explicou, inclusive, que não gostou da experiência do uso da maconha e não recomenda o uso dela. Porém, deixou claro que não julga se pessoas maiores de idade fumam ou não.

“Já fumei cannabis. Não gostei. Não é minha praia. Não recomendo o uso, mas não julgo quem gosta e tem mais de 18 anos pra decidir o que quer fazer. Fora isso, nunca usei qualquer droga ilícita em 32 anos de vida”, revelou.

No vídeo de Antonia, ela contou como conheceu Felipe Neto e detalhou tudo: “Conheci Felipe Neto quando meu canal estava começando e eu estava em um grupo de comediantes. Pedi para entrevistar esse menino e os meninos deram o telefone dele”.

“Liguei e a resposta foi: Nossa, sou seu fã. Ele disse que não acreditava que era eu e disse que só acreditaria se eu mandasse uma foto com um lápis na mão. Me chamou para ir até a produtora dele em Santa Teresa, Felipe Neto me recebeu, conversamos”, revelou.

“Ele foi deselegante do início ao fim. Depois, ele disse que daria a entrevista, mas estudou o meu canal e perguntou se eu gostaria de fazer parte, por ter um potencial incrível. ‘Você apresenta e a gente passa a ser sócios, mas você fica um tempo sem gravar, a gente reformula e a primeira entrevista pode ser comigo'”, propôs.

“Ele perguntou se eu tinha advogado e me mandou um contrato de cinco anos, mas eu não fiquei nem cinco anos na Record por ter medo de ficar presa durante tanto tempo. Pedi para adequar e ele disse que iria ver. Quando estava no local ele perguntou: Você cheira cocaína. Eu disse que não, mas ele disse que não usa drogas em serviço'”, revelou.

“Ele me coagiu o tempo inteiro, saí de lá me sentindo mal. Muitos amigos me alertaram que ele sempre faz as coisas como ele quer. Ele havia pedido que eu ficasse semanas sem gravar e meu canal estava caindo.Mas ele sumiu, não quis gravar e eu vi que era um cara escroto. Segui meu caminho”, disparou.

E fez a seguinte acusação: “Desde então fiquei de olho nesse cara. Percebi que ele dança conforme a música. Se está em alta falar contra a homofobia, ele fala. Desde que eu conheci, ele já foi várias pessoas diferentes”. 

Confira:

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.